06:00 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Explosão na zona desmilitarizada (imagem referencial)

    Coreia do Norte detona 10 postos de observação na zona desmilitarizada (FOTOS)

    © REUTERS /
    Ásia e Oceania
    URL curta
    211

    Pyongyang eliminou dez postos de observação na zona desmilitarizada entre os Estados coreanos, informou o Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

    Representantes militares da Coreia do Norte e do Sul no âmbito da cúpula intercoreana em Pyongyang, em 19 de setembro, anunciaram um acordo para liquidar, até o final de novembro, 11 postos de observação localizados na zona desmilitarizada de cada lado da fronteira.

    Presidente sul-coreano Moon Jae-in e líder norte-coreano, Kim Jong-un, durante cerimônia de boas-vindas no Aeroporto Internacional Sunn em Pyongyang, na Coreia do Norte
    © AP Photo / Pyongyang Press Corps Pool
    Posteriormente, o Ministério da Defesa sul-coreano afirmou que "um acordo foi alcançado" para manter um posto de segurança em cada Coreia. Os 20 postos restantes (10 de cada lado da fronteira) devem ser eliminados de acordo com o contrato original até o fim do mês.

    "O lado norte-coreano, como negociado hoje, em 20 de novembro […] liquidou dez postos de observação por meio de uma explosão", diz a declaração das autoridades sul-coreanas no Facebook.

    O ministério sul-coreano notou que havia recebido um aviso prévio sobre os planos do lado norte-coreano e supervisionou o processo. O departamento também publicou fotos das explosões.

    Mais:

    China e Coreia do Sul vão fortalecer coordenação para desnuclearização da Coreia do Norte
    Soldado sul-coreano morre com tiro na cabeça na fronteira com a Coreia do Norte
    Coreia do Norte estaria avançando na esfera de guerra eletrônica?
    Tags:
    explosão, zona desmilitarizada, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik