00:46 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Líder norte-coreano presencia testes de arma tática recém-desenvolvida, 16 de novembro de 2018

    Kim Jong-un assiste a testes de novíssima 'arma de alta tecnologia'

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11200

    A agência Yonhap informou, citando a mídia norte-coreana, que o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un assistiu a testes de uma "arma de alta tecnologia". O Departamento de Estado americano não tardou a comentar os relatos.

    Segundo as informações, trata-se de uma arma desenvolvida recentemente.

    A televisão estatal da Coreia do Norte comunicou que os testes da arma "ultramoderna" decorreram no polígono do Instituto Nacional de Defesa.

    "Os testes da arma tática de alta tecnologia foram um sucesso", diz o comunicado.

    Este é o primeiro teste de armas efetuado na presença Kim Jong-un desde novembro de 2017, quando ele assistiu o lançamento de um míssil balístico intercontinental.

    A agência sul-coreana sublinha que Pyongyang informou sobre os ensaios em meio ao impasse das negociações sobre a desnuclearização da península coreana.

    Comentário do Departamento de Estado

    Um representante do Departamento de Estado dos EUA afirmou, comentando os testes, que Washington se mantém "confiante em que as promessas feitas pelo Presidente Trump e o presidente Kim serão cumpridas".

    A entidade lembrou que Trump e Kim Jong-un chegaram a acordo sobre a desnuclearização durante a cúpula de Singapura em junho e que Washington mantém o diálogo com a parte norte-coreana sobre o assunto.

    "O presidente deixou claro que, se Kim Jong-um realizar a desnuclearização, a Coreia do Norte terá um futuro brilhante", disse um representante do Departamento de Estado à Sputnik.

    Cúpula em Singapura

    Em 12 de junho, Donald Trump e Kim Jong-un realizaram o seu primeiro encontro oficial em Singapura. Após a conclusão das conversações, os dois países assinaram um acordo expressando o compromisso conjunto de trabalharem para a desnuclearização da península coreana.

    Pyongyang desistiu dos testes de mísseis e testes nucleares, entregou aos EUA três cidadãos estadunidenses detidos, assim como devolveu os restos mortais de soldados americanos que morreram no decorrer da Guerra da Coreia de 1950-1953.

    Porém, desde então não houve nenhuns passos concretos: Pyongyang espera que Washington cumpra os acordos alcançados, enquanto a administração dos EUA está insatisfeita por a Coreia do Norte não envidar mais esforços rumo à desnuclearização.

    Mais:

    Em gesto de boa vontade, Coreias trocam tangerinas e cogumelos
    Embaixadora diz que EUA não deixarão Rússia levantar sanções impostas a Pyongyang
    Tags:
    testes, armas, Departamento de Estado dos EUA, Donald Trump, Kim Jong-un, Pyongyang, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik