05:21 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro norte-americano B-52 Stratofortress (abaixo) com caças sul-coreanos F-15K e caças norte-americanos F-16 (acima) sobrevoando a Coreia do Sul em proximidades da Coreia do Norte

    Japão e EUA conduzem manobras aéreas sobre mar da China Oriental

    © AFP 2018 / YONHAP
    Ásia e Oceania
    URL curta
    736

    A Força Aérea de Autodefesa do Japão (Koku-Jieitai) conduziu manobras conjuntas com o bombardeiro estratégico americano B-52 sobre o mar da China Oriental e mar do Japão, informaram militares japoneses nesta sexta-feira (28).

    "Koku-Jieitai e a Força Aérea dos EUA conduziram treinamento bilateral […] sobre o mar da China Oriental e o mar do Japão […] O treinamento bilateral contribuiu para fortalecer as capacidades conjuntas de resposta americano-japonesas e para improvisar as habilidades táticas", de acordo com declaração japonesa.

    As manobras ocorreram na quinta-feira (27) e contaram com participação de 14 caças F-15 e dois caças F-2 da Força Aérea de Autodefesa do Japão, além do bombardeiro estratégico americano B-52, baseado em Guam.

    O ministro da Defesa japonês, Itsunori Onodera, observou que os exercícios militares reforçaram a cooperação do Japão com os EUA, afirmando em coletiva de imprensa e citado pela NHK, que "os treinamentos em conjunto foram realizados para intensificar a dissuasão e as capacidades de resposta da aliança Japão-USA. O reforço da cooperação entre Japão e EUA demonstra o desejo e as habilidades elevadas do Japão na contribuição da estabilidade da região visto que o quadro de segurança está se tornando cada vez mais severo".

    Vale ressaltar que essa é a primeira vez que Japão e EUA realizam simulações conjuntas sobre o mar da China Oriental, onde há um grupo de ilhas reivindicadas tanto pro Japão como pela China. Porém, recentemente, bombardeiros B-52 passaram perto dos territórios disputados no mar do Sul da China, causando indignação chinesa, que se referiu ao acontecido como "ações provocativas".

    Após a Segunda Guerra Mundial, as ilhas eram controladas pelos EUA até Washington devolvê-las ao Japão em 1972. Enquanto isso, Taiwan e China Continental ainda acreditam que Tóquio controla ilegalmente as ilhas.As ilhas Senkaku, chamadas pelos chineses de ilhas Diaoyu, estão localizadas perto de uma importante rota comercial e de possíveis grandes campos de óleo e gás.

    Mais:

    Japão ordena produção de nova arma para proteger ilhas disputadas da China
    Sequestros em pauta: premiê do Japão revela disposição para cúpula com Kim Jong-un
    Japão e EUA procuram usar Sri Lanka para conter China na região Indo-Pacífico
    Tags:
    aviões de combate, caças, bombardeiro estratégico, treinamento militar, manobras, Mar do Japão, Mar da China Oriental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik