13:44 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro da Índia Narendra Modi

    Primeiro-ministro da Índia é pressionado a renunciar após compra de caças franceses

    © AP Photo / Saurabh Das
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2120

    O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, enfrenta pedidos de renúncia após acusações de corrupção relacionadas com a compra de aviões militares da França, depois do ex-presidente francês, François Hollande, que Nova Deli influenciou a escolha de um parceiro local.

    Partidos políticos indianos colocaram Modi na mira pela compra de 36 caças Rafale da Dassault Aviation, no valor estimado de US $ 8,7 milhões.

    Nos últimos meses, a oposição questionou a escolha pelo governo da empresa Reliance Defense, do bilionário indiano Anil Ambani, na qualidade de parceiro local da francesa Dassault, em vez de um fabricante com décadas de experiência.

    Na sexta-feira, Hollande, que autorizou o acordo intergovernamental, teria dito que Nova Deli pressionou Dassault para escolher a Reliance.

    "Não tínhamos escolha, pegamos o interlocutor que eles nos deram", disse ele ao serviço de notícias francês Mediapart, alimentando a tempestade política na Índia.

    De acordo com os regulamentos de aquisição de defesa na Índia, uma empresa estrangeira deve investir pelo menos 30% do contrato na Índia para promover a indústria do país.

    Neste contexto, a firma francesa escolheu a Reliance em vez da Hindustan Aeronautics, uma gigante estatal que constrói aviões há décadas, a maioria deles sob licença.

    "O primeiro-ministro, negociou pessoalmente e conduziu a operação com Rafale a portas fechadas. Graças a François Hollande, agora sabemos como entregou pessoalmente um acordo no valor de milhares de milhões de dólares (…) ao Anil Ambani", disse em um tweet Rahul Gandhi, presidente do principal partido da oposição no Congresso. "O primeiro-ministro traiu a Índia".

    Modi, que chegou ao poder em 2014, prometendo livrar o país da corrupção profundamente enraizada, não tem "direito moral" para continuar no poder após as revelações de Hollande, disse que o líder da oposição no Congresso, Anand Sharma.

    O gabinete de Modi ainda não comentou a situação.

    Mais:

    Índia planeja comprar fragatas russas, diz mídia
    Politólogo: se EUA sancionarem Índia pela compra de S-400 russo, 2 países sairão perdendo
    Sistema ultrassecreto dos EUA permitirá à Índia rastrear submarinos chineses
    Suprema Corte da Índia derruba lei de 1861 e descriminaliza homossexualidade
    Índia dribla sanções dos EUA para manter importação de petróleo iraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik