11:39 21 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O laboratório Tiangong 2 é lançado em um foguete Long March-2F do Centro de lançamento de satélites Jiuquan, no deserto de Gobi, na província chinesa de Gansu.

    Parceiros no espaço: Rússia poderá fornecer motores de foguetes para a China

    © AFP 2018 /
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3150

    A Rússia fortalecerá sua cooperação com a China em caso de fornecimento de motores de foguetes para o país asiático, afirmou à Sputnik, nesta terça-feira (11) o conselheiro do departamento chinês de leis e tratados no Ministério das Relações Exteriores da China.

    O chefe da corporação espacial russa, Roscosmos, Dmitry Rogozin, disse na segunda-feira (10) que a Rússia estaria preparada para fornecer motores de foguetes para a China.

    "Eu acho que é uma boa ideia, porque a ideia pode ser posta em um âmbito de cooperação na exploração espacial", disse Hu durante a primeira conferência da ONU sobre lei e políticas espaciais.

    Ele ainda afirmou que a cooperação entre a Rússia e a China deverá se estender a questões relacionadas a essa área de exploração.

    "A China e a Rússia são muito bons amigos e toda a […] cooperação bilateral deverá se estender ao espaço. Nós vemos isso como uma ótima inciativa", disse Hu.

    O oficial ainda acrescentou que a cooperação espacial entre a Rússia e a China abrangerá a pesquisa e a engenharia.

    A conferência é co-organizada pelo Escritório da ONU para Assuntos do Espaço (UNOOSA, na sigla em inglês) e o governo russo. A organização do evento é realizada pela Roscosmos, em Moscou. A conferência teve início nesta terça-feira (11) e dura até quinta-feira (13).

    Mais:

    Pedacinhos do espaço que deixaram muita gente deslumbrada no mês de agosto
    EUA querem 'arrancar parte do espaço aéreo' da Síria, diz politólogo
    Novas sanções dos EUA contra Irã dão pouco espaço a concessões
    NASA mostra FOTO da aurora boreal tirada do espaço
    Mídia britânica elogia seus caças por 'interceptarem' avião russo no espaço internacional
    Tags:
    exploração espacial, Roscosmos, UNOOSA, Escritório da ONU para Assuntos do Espaço (UNOOSA), Dmitry Rogozin, Moscou, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik