20:44 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Sinal vermelho em ferrovia

    EUA bloqueiam projeto de ferrovia que ligaria as duas Coreias

    © Sputnik / Sergey Pyatakov
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8315

    Autoridades militares dos EUA frearam um projeto ferroviário proposto que conectaria a península coreana, ressaltando as crescentes diferenças entre Washington e Seul no envolvimento com o governo comunista de Pyongyang.

    Os governos das duas nações estrangeiras deveriam começar os planos preliminares para a ligação ferroviária na semana passada, mas sua solicitação para enviar um trem de Seul através da Coreia do Norte foi negada pelo Comando das Nações Unidas liderado pelos EUA.

    O corpo militar multinacional, cujas raízes remontam à Guerra da Coreia (1950-1953), controla o movimento na zona desmilitarizada que separa a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

    A decisão é a mais recente ilustração da abordagem linha-dura de Washington para lidar com Pyongyang. Os EUA exigiram a desnuclearização total como um pré-requisito para qualquer cooperação econômica com a Coreia do Norte, enquanto Seul adotou uma postura menos extremada, favorecendo um engajamento construtivo com seu vizinho do norte.

    O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, manifestou a esperança de que a ligação ferroviária estaria concluída até o final do ano.

    Moon investiu considerável capital político para melhorar as relações entre as Coreias e sinalizou seu desejo de investimentos em grande escala na Coreia do Norte uma vez que as sanções sejam levantadas.

    O presidente sul-coreano terá mais uma cúpula com o líder norte-coreano Kim Jong-un neste mês, entre os dias 12 e 13 de setembro, em Pyongyang.

    Mais:

    Trump critica China e indica que Pequim estaria atrapalhando relação com a Coreia do Norte
    Japão e Coreia do Norte realizam negociações secretas no Vietnã, não avisando EUA
    Trump achou novo inimigo, e não é Irã nem Coreia do Norte
    Tags:
    guerra da coreia, diplomacia, reunificação, ferrovia, Kim Jong-un, Moon Jae-in, Estados Unidos, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik