10:40 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Trump Kim Moon

    Presidente sul-coreano pode ser elo para novo encontro entre Trump e Kim

    © AP Photo/ Ahn Young Joon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    312

    O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, pode ajudar nas conversações entre Washington e Pyongyang, agindo como mediador durante sua visita à Coreia do Norte para uma cúpula com o líder norte-coreano Kim Jong-un no outono, disse um funcionário do gabinete presidencial neste domingo.

    A cúpula está prevista para acontecer em Pyongyang por volta dos dias 12 e 13 de setembro.

    "Acredito que o papel do presidente Moon só se tornou maior […] Objetivamente, o papel de Moon como facilitador e mediador para ajudar a expandir o alcance do entendimento mútuo entre os EUA e a Coreia do Norte se tornou maior", disse o funcionário à agência de notícias Yonhap.

    A próxima cúpula será a terceira reunião entre Moon e Kim em 2018, depois que eles se conheceram em 27 de abril, seguida de um encontro em 26 de maio, antes da cúpula EUA-Coreia do Norte, realizada em Singapura.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e Kim se reuniram em junho, apesar das tensas relações entre os dois líderes e concordaram em trabalhar para "uma completa desnuclearização da península coreana".

    Trump deveria viajar para a Coreia do Norte na semana que vem, no entanto, na sexta-feira, o presidente anunciou que ele disse ao secretário de Estado, Mike Pompeo, para cancelar a viagem.

    Ainda não se sabe se os líderes de EUA e Coreia do Norte se reunirão novamente neste ano.

    Mais:

    Coreia do Norte liberta turista japonês suspeito de espionagem
    EUA são 'irresponsáveis': China não dificulta desnuclearização da Coreia do Norte
    Tribunal aumenta pena de ex-presidente da Coreia do Sul que foi alvo de impeachment
    Tags:
    diplomacia, relações bilaterais, cúpula, Donald Trump, Moon Jae-in, Kim Jong-un, Pyongyang, Estados Unidos, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik