10:24 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un, o líder da Coreia do Norte

    Kim Jong-un conta 'história maravilhosa' do povo norte-coreano

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 50

    O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, contou como seu povo supera a pressão estrangeira e escreve uma "história maravilhosa".

    Durante sua visita a uma construção local, o líder norte-coreano afirmou, citado pela KCNA, que uma série de países usa várias medidas restritivas para "criar obstáculos no caminho do progresso da Coreia do Norte".

    "Agora, devido às sanções e à pressão das forças inimigas, surgem graves obstáculos na via do progresso de nosso socialismo; mas graças ao entusiasmo ardente de nosso povo, que se levantou com espírito forte em resposta ao apelo do partido, está sendo escrita uma história maravilhosa em condições muito duras", declarou Kim Jong-un.

    No dia 3 de agosto, os EUA propuseram novas sanções contra a Coreia do Norte ao Conselho de Segurança da ONU "para alcançar a desnuclearização completa e verificável da Coreia do Norte".

    A Coreia do Norte já se deparou com várias rodadas de sanções por causa dos testes de mísseis nucleares e balísticos, realizados em desconformidade com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU. Como resposta, a ONU proibiu as exportações norte-coreanas de carvão, minérios e frutos do mar para países asiáticos e países-membros das Nações Unidas.

    A tensão ao redor da Coreia do Norte começou a baixar depois de Pyongyang decidir interromper os testes nucleares e de mísseis no início deste ano para se concentrar no crescimento econômico.

    Mais:

    Para EUA, ainda está 'muito cedo' para anunciar fim da Guerra da Coreia
    EUA punem empresas russas e chinesas pelo comércio com Coreia do Norte
    Trump tenta usar contra Turquia a mesma estratégia que usou contra Coreia do Norte?
    Mídia: Presidente da China deve visitar a Coreia do Norte em setembro
    Tags:
    pressão política, sanções econômicas, povo, progresso, Kim Jong-un, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik