20:00 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    O líder norte-coreano Kim Jong-un, à esquerda, e o presidente chinês Xi Jinping apertam as mãos durante encontro em Pequim.

    Mídia: Presidente da China deve visitar a Coreia do Norte em setembro

    © AP Photo / Ju Peng
    Ásia e Oceania
    URL curta
    770

    O presidente chinês, Xi Jinping, deve visitar Pyongyang no próximo mês, informou neste sábado o jornal The Straits Times.

    Sem citar fontes, o jornal afirmou que Xi foi convidado pelo líder norte-coreano Kim Jong-un a celebrar o 70º aniversário da fundação do país. No entanto, o Ministério das Relações Exteriores da China não respondeu ao pedido de Reuters para confirmar a visita do presidente chinês.

    Se a reportagem for confirmada, a visita marcaria a primeira viagem de um importante líder chinês à Coreia do Norte desde 2005, quando o antecessor de Xi, Hu Jintao, fez a viagem.

    Kim visitou a China três vezes este ano, duas vezes em Pequim e uma vez para Dalian. Durante cada uma das três reuniões, Xi se encontrou com o líder norte-coreano, sinalizando uma melhora nas relações entre os países.

    De acordo com o especialista em península coreana da Universidade de Jilin, Sun Xingjie, a participação de Xi no aniversário da Coreia do Norte alinharia os laços bilaterais estabelecidos entre os dois líderes no início deste ano.

    "Eles concordaram em intensificar os intercâmbios de alto nível, incluindo visitas mútuas de líderes do Estado e seus enviados especiais", disse Sun à Reuters no sábado.

    A relação entre a China e a Coreia do Norte piorou depois que Kim Jong-un assumiu o poder em 2011 após a morte de seu pai, Kim Jong-il, quando o programa de armas de Pyongyang ganhou força. A China apoiou de má vontade as sanções das Nações Unidas contra a Coreia do Norte.

    Tags:
    Nações Unidas, Reuters, Ministério das Relações Exteriores da China, Universidade de Jilin, Hu Jintao, Kim Jong-il, Sun Xingjie, Xi Jinping, Kim Jong-un, Dalian, Pequim, Pyongyang, China, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik