15:53 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Hobbiton

    Nova Zelândia vai proibir estrangeiros de comprar casas para conter aumento de preços

    CC BY 2.0 / Florian Bugiel
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2110

    O governo da Nova Zelândia culpou bilionários de todo o mundo que vêm comprando propriedades no país aos montes, o que levou a um aumento drástico nos preços dos imóveis.

    A lei que proíbe estrangeiros de adquirir a maioria dos tipos de casas na Nova Zelândia deverá ser aprovada pelo Parlamento do país na próxima semana, informou o Sydney Morning Herald.

    O projeto estipula que os estrangeiros ainda poderão comprar apartamentos em prédios de vários andares. Compradores da Austrália e de Cingapura estão isentos da nova regra devido a um regime de livre comércio entre a Nova Zelândia e esses países.

    A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, acredita que pode reduzir os preços dos imóveis, que dispararam devido a magnatas que buscam um "refúgio seguro no caso de um cenário apocalíptico". Enquanto os moradores locais lutam para pagar pela moradia, as taxas de desabrigo na Nova Zelândia estão entre as mais altas do mundo desenvolvido.

    "Neste mundo de concentração de riqueza, não queremos que esse círculo de pessoas ultra-ricas no exterior seja capaz de superar os neozelandeses bem-sucedidos pelo que é nosso direito, não deles", enfatizou o ministro do Comércio da Nova Zelândia, David Parker.

    Segundo a imprensa local, os compradores internacionais representam mais de 18% das compras de imóveis em Auckland, a maior cidade da Nova Zelândia. Entre os proprietários de casas na Nova Zelândia estão o fundador do PayPal, Peter Thiel, e o ex-apresentador da NBC, Matt Lauer.


    Tags:
    imóveis, PayPal, NBC, Sydney Morning Herald, David Parker, Peter Thiel, Matt Lauer, Jacinda Ardern, Austrália, Cingapura, Nova Zelândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik