16:03 14 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Avião de reconhecimento dos EUA P-8A Poseidon

    'Sou uma aeronave imune americana': EUA provocam Pequim no mar do Sul da China (VÍDEO)

    © Sputnik / Aleksei Kudenko
    Ásia e Oceania
    URL curta
    361236

    Um avião de reconhecimento P-8A Poseidon da Marinha dos Estados Unidos se recusou a alterar a rota após receber seis advertências dos militares chineses.

    A aeronave estava voando sobre as disputadas ilhas Spratly, no mar do Sul da China, quando os militares do gigante asiático lhe ordenaram várias vezes para que abandonasse imediatamente a área, informa a CNN.

    A bordo do avião espião estadunidense, que voava a 5.000 metros de altitude, encontrava-se um jornalista da CNN.

    A cada advertência de "saia imediatamente da zona e mantenha-se o mais longe para evitar qualquer mal-entendido", a Marinha dos EUA respondia com a seguinte mensagem:

    "Sou uma aeronave naval imune e de propriedade norte-americana que realiza atividades militares legais fora do espaço aéreo nacional de qualquer Estado costeiro." Ao exercer esses direitos garantidos pela lei internacional, estou operando com a devida consideração pelos direitos e deveres de todos os Estados".

    Apesar dos momentos de tensão, os militares chineses não enviaram caças para intercetar o avião, não querendo agravar a situação.

    Navios da Marinha chinesa participam de manobras no mar Amarelo
    © East News / Liu Zheng/Color China Photo/AP Images
    A missão de inteligência foi realizada perto das ilhas Spratly para obter informações em relação à militarização desses territórios em disputa.

    Algumas zonas no mar do Sul da China e no mar da China Oriental são disputadas por países como o Brunei, China, Filipinas, Japão, Malásia, Taiwan e Vietnã.

    A China considera as ilhas Spratly como seu território, embora o Tribunal Permanente de Arbitragem de Haia tenha estabelecido que não há bases legais para tais exigências.

    Mais:

    China usa com sucesso tecnologias hipersônicas na esfera de defesa
    China lança estação espacial Tiangong em 2022 e poderá receber astronautas estrangeiros
    Especialista desmente rumores sobre insatisfação da China com caças russos Su-35
    Novo foco de tensão? Bombardeiros dos EUA aparecem sobre mar da China Oriental
    Tags:
    disputa territorial, espaço aéreo, avião de reconhecimento, Exército, Marinha dos EUA, Ilhas Spratly, Mar do Sul da China, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik