04:00 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    028
    Nos siga no

    O Congresso dos EUA fechou um acordo que pode permitir que a Índia evite sanções de Washington pelas compras de armas da Rússia, citaram fontes de empresas nesta quinta-feira.

    Segundo o acordo, a Índia receberá uma isenção do presidente Trump se a governo dos EUA certificar que Nova Déli está reduzindo as importações de armas da Rússia e expandindo a colaboração de defesa com Washington.

    O governo indiano se recusou a comentar o projeto, que deve ser sancionado pelo presidente dos EUA, Trump, após uma série de emendas ao documento serem aprovadas por congressistas norte-americanos.

    No início deste mês, o embaixador da Rússia na Índia, Nikolay Kudashev, disse à Sputnik que as sanções dos EUA contra empresas russas não tiveram grande impacto na cooperação entre a indústria de defesa de Moscou e Nova Déli, incluindo negociações sobre o fornecimento dos sistemas de defesa aérea S-400 Triumf para o país asiático.

    A declaração veio depois que a ministra indiana da Defesa, Nirmala Sitharaman, disse que Moscou e Nova Déli haviam chegado à última etapa das negociações sobre a entrega dos sistemas S-400 para a Índia.

    Presidente do Comitê de Serviços Armados dos EUA, William Thornberry, por sua vez, advertiu que a decisão da Índia de comprar os sistemas de mísseis da Rússia poderia custar a Nova Déli acesso a equipamentos militares sofisticados dos EUA, incluindo drones Predator para missões de vigilância e reconhecimento, que poderiam ser usado em operações antiterroristas no Paquistão.

    Em 6 de abril, os Estados Unidos impuseram novas sanções à Rússia, sob a Lei contra os Adversários Contra as Sanções (CAATSA), dos Estados Unidos, contra os supostos esforços globais de desestabilização de Moscou.

    As sanções visaram altos funcionários do governo e legisladores, bem como empresas estatais e privadas, incluindo a russa Rosoboronexport, exportadora de equipamentos militares. Sob a CAATSA, qualquer terceiro que realize transações importantes com uma empresa sancionada é passível de medidas punitivas.

    Tags:
    Rússia, Washington, Moscou, Índia, Estados Unidos, Nova Déli, Donald Trump, Nirmala Sitharaman, William Thornberry, Nikolay Kudashev, Rosoboronexport, Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA, S-400 Triumf, Lei contra os Adversários Contra as Sanções (CAATSA)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar