16:15 20 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Notas yuan e dólares dos EUA são vistos em uma mesa em Yichang, província de Hubei, na China central em 14 de agosto de 2015

    China volta a desvalorizar yuan em meio à disputa comercial com EUA

    © AFP 2018 / STR
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5112

    A desvalorização do yuan, um fator que estimula a exportação da China para os EUA, ocorre em meio à crescente tensão comercial entre Washington e Pequim.

    O Banco Popular da China definiu a taxa de paridade central do yuan em relação ao dólar na segunda-feira (16) em 6,6758, enfraquecendo a moeda nacional em 31 pontos básicos em comparação com o dia anterior, informou a agência de notícias Xinhua.

    O preço da moeda chinesa no mercado de moeda local pode flutuar até 2% acima ou abaixo do valor estabelecido pelo regulador, de acordo com a agência.

    Esta nova desvalorização vem após a queda acentuada de 1,1% na última quinta-feira (12), o dia mais forte desde janeiro de 2016.

    Essa depreciação do yuan, um fator que estimula as exportações da China para os EUA, ocorre em meio às crescentes tensões comerciais entre Washington e Pequim em relação às tarifas sobre produtos chineses promovidas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

    Em 15 de junho, os EUA anunciaram a imposição de tarifas de 25% em diferentes importações da China, o equivalente a 50 bilhões de dólares por ano. No mesmo dia, o Ministério do Comércio da China anunciou tarifas contra produtos provenientes dos EUA, semelhante aos impostos por Washington.

    Em 18 de junho, Trump ordenou a operacionalização de novas tarifas sobre produtos chineses no valor de 200 bilhões de dólares.

    Pequim anunciou na quarta-feira passada (11) que será forçada a retaliar as novas tarifas que Trump está promovendo.

    Mais:

    África pode abandonar o dólar a favor do yuan?
    Duas Coreias e um yuan? Como China facilitará unificação econômica coreana
    Surpresa chinesa: a que se deve forte crescimento do yuan ante o dólar americano?
    Yuan e rublo contra dólar: em que resultará comércio de petróleo em moedas nacionais?
    Adeus, dólar? Banco Central da China continua internacionalizando yuan
    Tags:
    dólar, desvalorização, tarifas, moeda, yuan, taxa, Banco Popular da China, Pequim, China, EUA, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik