20:58 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Entre os mortos estaria um político local, Nawabzada Siraj Raisani, do Partido Baluquistão Awami

    Ataque suicida deixa mais de 100 mortos no Paquistão

    © AP Photo / Mohammad Sajjad
    Ásia e Oceania
    URL curta
    407

    Ao menos 128 pessoas morreram e outras 150 ficaram feridas após uma explosão durante um comício político na cidade paquistanesa de Mastung nesta sexta-feira, segundo informaram autoridades locais.

    O incidente teria sido provocado por um suicida, de acordo com informações obtidas pela AFP. Entre os mortos estaria um político local, Nawabzada Siraj Raisani, do Partido Baluquistão Awami.

    A explosão ocorreu a cerca de 50 metros do local do comício, onde partidários do político sênior da aliança Muttahida Majlis-e-Amal (MMA), o ex-ministro da Habitação do Paquistão Akram Khan Durrani, que está concorrendo nas eleições parlamentares programadas para 25 de julho, haviam se reunido.

    "A polícia e as instituições me avisaram sobre as ameaças à segurança. Eu fiquei seguro, mas quatro dos meus aliados foram martirizados", disse Durrani.

    O grupo terrorista Daesh reivindicou a autoria do ataque, segundo informou a agência Amaq.

    Mais:

    Índia deveria considerar uma 'guerra limitada' com o Paquistão, diz político indiano
    Ministro do Interior do Paquistão é alvo de atentado a bala
    Paquistão frustra tentativa de recolocar país em lista de financiadores do terrorismo
    Tags:
    explosão, bomba, ataque, Partido Baluquistão Awami, AFP, Nawabzada Siraj Raisani, Paquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik