14:08 18 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira dos EUA junto a emblema nacional da China (foto de arquivo)

    China se diz 'chocada' com novas tarifas dos EUA e promete resposta

    © AP Photo / Andy Wong
    Ásia e Oceania
    URL curta
    15193

    Nesta quarta-feira (11), o porta-voz do Ministério do Comércio da China afirmou que Pequim tomará medidas retaliatórias impondo tarifas adicionais nos produtos dos EUA.

    O ministro chinês revelou estar chocado com as ações comerciais dos EUA e declarou que o país responderá caso Washington imponha tarifas adicionais de US$ 200 bilhões (R$ 763 bilhões) nos produtos chineses. 

    "O lado chinês está chocado com as ações dos EUA. […] A fim de proteger os principais interesses do nosso país, bem como os interesses fundamentais do nosso povo, o governo, como sempre, tomará medidas necessárias", lê-se no comentário do ministro. 

    "As ações dos EUA prejudicam a China, o mundo inteiro, bem como eles mesmos, tal comportamento irracional não pode ter apoio e confiança", continuou.

    Na terça-feira (10), a administração de Trump anunciou início do processo de imposição de tarifas aduaneiras de 10% sobre produtos chineses totalizando 200 bilhões de dólares (R$ 763 bilhões) a partir de setembro. 

    Na semana passada, entrou em vigor a primeira parte das tarifas de 25% que os EUA aplicaram sobre US$ 34 bilhões (R$ 130 bilhões) em produtos chineses. O governo chinês respondeu com medidas idênticas.

    Mais:

    Alemanha e China celebraram acordos de 20 bilhões de euros em resposta às tarifas dos EUA
    Relatório vazado: China quer reformar exército para poder 'ganhar guerra' e superar os EUA
    Tags:
    medidas de resposta, guerra comercial, tarifas, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik