17:43 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    A atriz Fan Bingbing em Cannes, em 2015. Ele é uma das envolvidas na polêmica.

    China corta salários de suas estrelas de cinema por 'culto ao dinheiro'

    © REUTERS / Yves Herman
    Ásia e Oceania
    URL curta
    880

    As autoridades chinesas estão cortando o salário de seus atores de cinema em um esforço para conter a "distorção dos valores sociais" e o "culto ao dinheiro". Pequim também busca conter o uso de contratos falsos para maquiar os vencimentos reais de suas estrelas de cinema.

    Agora, os salários dos atores não devem superar 40% do total dos custos de produção, enquanto os atores principais não poderão receber mais que 70% do total de salários do elenco. A informação foi publicada pelo jornal britânico The Guardian nesta quinta-feira (28).

    A mudança ocorre após atores chineses serem acusados de assinar contratos falsos para sonegar impostos.

    O apresentador de televisão Cui Yongyuan chegou a publicar fotos nas redes sociais de contratos da atriz Fan Bingbing. Um deles era de US$ 1,56 milhões, enquanto o segundo era de US$ 7,8 milhões. A prática de utilizar dois contratos, um oficial para apresentar às autoridades e outro com os reais vencimentos, ficou conhecida como "contratos yin-yang".

    Após a repercussão do caso, Fan negou qualquer irregularidade enquanto Cui acusou outras celebridades do mesmo comportamento.

    As autoridades chinesas afirmam que os "contratos ying-yang" prejudicam a qualidade da indústria cinematográfica do país, mas também encorajam a juventude chinesa a "perseguir cegamente estrelas". O comunicado disse que a indústria deve colocar os benefícios sociais acima de tudo.

    Pequim também determinou que o assunto não deve ser assunto de muitos debates. Em diretiva encaminhada aos veículos de comunicação locais, afirmou que assuntos ligados aos "contratos ying-yang" e questões tributárias de atores de cinema devem ser "retidos".

    Mais:

    China 'põe dedo na ferida' fazendo parcerias com Europa contra protecionismo dos EUA
    China encerra questão do mar do Sul da China com EUA
    Japão faz denúncia à ONU com acusações contra China e Coreia do Norte
    Austrália gastará bilhões de dólares para espiar mar do Sul da China
    China investe pesado e pode bater os EUA em um conflito futuro, diz ex-secretário de Trump
    China está preparada para 'atacar de volta' os EUA, afirma Xi Jinping
    Rússia, China e Índia podem isolar EUA com tarifas comerciais, diz especialista
    Tags:
    China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik