12:05 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente filipino Rodrigo Duterte

    Duterte insulta 76 milhões de seus compatriotas ao falar que Deus é 'estúpido'

    © AP Photo / Bullit Marquez
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1075

    Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas – país em que a maioria da população é católica – se referiu a Deus como "estúpido" durante a cúpula na cidade de Davao.

    Ao falar sobre o conceito católico de pecado original, de Adão e Eva, Duterte exclamou: "Adão o comeu [o fruto proibido] e aí nasceu a maldade. Quem é esse Deus estúpido?".

    "Foi um ato cometido por sua mãe e pai", continuou. "Você nem nasceu ainda, mas já tem o pecado original. Que tipo de religião é essa? Não posso aceitá-la", manifestou o líder filipino, citado pelo portal Philippineslifestyle.com.

    Confessou, porém, a sua crença em uma "mente universal".

    "Acredito que há uma mente universal. […] Não posso a retratar como um ser humano. […] Mas eu realmente acredito, eu tenho esta fé em algo permanente — mas não confio em religião", assegurou.

    Há uns dois anos, durante sua primeira campanha eleitoral, Duterte enfureceu a população católica do país ao xingar o Papa Francisco cuja visita oficial, em sua opinião, contribuiu para o aumento do tráfego rodoviário na capital, Manila.

    Duterte fez declarações semelhantes neste mês, durante sua reunião com uma comunidade filipina na Coreia do Sul.

    "Se este é o Deus dos católicos, é uma mentira. Busquem um Deus certo", manifestou.

    Os comentários provocantes de Duterte em relação a Deus apareceram em meio aos recentes assassínios de três clérigos nas Filipinas.

    Vale ressaltar que as Filipinas são de fato o único país asiático com maioria de população cristã — mais de 86%, ou seja, 76 milhões de pessoas.

    Mais:

    Após 'selinho' polêmico, Duterte diz que renunciará 'se houver mulheres suficientes'
    Duterte 'entrará em guerra' se China cruzar 'linhas vermelhas', diz secretário filipino
    Duterte manda recado a suspeito do tráfico: 'quer viver mais tempo? Fique na prisão'
    Tags:
    religião, cristãos, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik