01:20 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Ilha artificial da China perto das ilhas disputadas Spratly

    Pentágono acusa Pequim de colocar mais mísseis nas ilhas disputadas no mar do Sul da China

    © AP Photo / Roley Dela Pena, Pool
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6513
    Nos siga no

    A China está instalando mísseis de várias classes para reclamar a área das ilhas disputadas de Spratly, no mar do Sul da China, relatou a edição Washington Free Beacon, citando fontes no Pentágono.

    "A China continua instalando gradualmente equipamento militar nos seus postos avançados nas ilhas Spratly na área disputada do mar do Sul da China. […] O país está instalando inclusive equipamento de interferência militar assim como sistemas avançados de mísseis antinavio e antiaéreos", disse um funcionário do Pentágono à edição.

    Segundo a mídia, a China também instalará na região mísseis antinavio YJ-12B com um alcance de 547 quilômetros, bem como mísseis de longo alcance terra-ar HQ-9A ou HQ-9B.

    Segundo o representante do Pentágono, estes sistemas de mísseis são as armas de baseamento terrestre mais perigosas já instaladas pela China no mar do Sul da China.

    Algumas áreas no mar do Sul da China e no mar da China Oriental têm sido disputadas por tais países como Brunei, China, Filipinas, Japão, Malásia, Taiwan e Vietnã.

    A China considera as ilhas Spratly como seu território, embora o Tribunal Permanente de Arbitragem de Haia indique que não há bases legais para tais reclamações.

    Em maio, o chefe do Pentágono, James Mattis, disse que Pequim tinha transferido armas para a zona em questão apesar da promessa do presidente Xi Jinping de não militarizar as ilhas.

    Em resposta, Pequim afirmou que tem o direito de enviar tropas a qualquer parte de seu território e a crítica a essas ações será interpretada como tentativa de interferir nos assuntos internos da China.

    Mais:

    China critica os EUA por 'nova embaixada de fato' de US$ 256 milhões em Taiwan
    Após cúpula Kim-Trump, Pentágono revela destino das alianças na Ásia-Pacífico
    Pequim promete resposta imediata se novas tarifas de Tump causarem danos à China
    Tags:
    disputa territorial, equipamento militar, deslocamento, mísseis, Pentágono, Ilhas Spratly, Mar do Sul da China, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar