18:56 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados australianos

    Soldados flagrados em FOTO com suástica nazista causam revolta na Austrália

    © REUTERS/ Jason Reed
    Ásia e Oceania
    URL curta
    528

    Uma foto de uma bandeira nazista em um veículo militar australiano no Afeganistão foi condenada pelo primeiro-ministro e pela comunidade judaica do país, enquanto seu Ministério da Defesa disse que os soldados responsáveis pela ação foram "disciplinados".

    Soldados australianos foram pegos ostentando uma bandeira com a suástica nazista em seu veículo enquanto conduziam uma missão no Afeganistão como parte de um desdobramento da força da OTAN em 2007, de acordo com a rede ABC, que obteve uma foto exclusiva do incidente.

    Acredita-se que a imagem era apenas uma das muitas fotografias que circulavam entre militares. A ABC também viu uma segunda foto do veículo militar ostentando uma suástica. Além disso, duas fontes separadas de Defesa revelaram a identidade do soldado australiano que levou a bandeira com ele em serviço no exterior. O nome da pessoa não foi compartilhado com o público.

    Um dos oficiais de defesa disse ao canal que a "parada" nazista durou um "período prolongado", mas foi apenas uma "piada distorcida", em vez de uma expressão de neonazismo. O primeiro-ministro do país, Malcolm Turnbull, no entanto, não concordou com este ponto de vista, chamando a exibição de "completamente e totalmente inaceitável".

    "Foi relatado [aos oficiais] em 2007, aquele incidente, e a bandeira obviamente foi removida e o pessoal envolvido foi disciplinado", disse ele a repórteres. "Mas o incidente, foi errado [...] foi absolutamente errado, e seus comandantes entraram em ação na época".

    O Departamento de Defesa da Austrália (ADF) observou que, após o incidente, a bandeira vermelha da suástica foi destruída, enquanto aqueles que testemunharam a exibição receberam aconselhamento.

    "A defesa e o ADF rejeitam como abominável tudo o que esta bandeira representa. Nem a bandeira nem o seu uso estão de acordo com os valores da Defesa", disse um porta-voz do ministério em um comunicado. "O comandante tomou medidas imediatas para retirar a bandeira ofensiva".

    O retrato vazado também foi condenado pelo presidente da Comissão Antidifamação, Dvir Abramovich, como uma "exibição vil" de fanatismo. "O voo da bandeira nazista, o símbolo mais maligno da história da humanidade, por nossos soldados é um tapa na cara dos Diggers que lutaram valentemente e morreram para derrotar Hitler", disse ele ao jornal Sydney Morning Herald.

    No início deste mês, um relatório de defesa secreto publicado pela Fairfax Media revelou que as tropas australianas de elite teriam cometido crimes de guerra envolvendo-se em "aplicação não autorizada e ilegal de violência nas operações" com "um desrespeito pela dignidade humana".

    Mais:

    Visite o bunker nazista labiríntico projetado para esconder tropas de Hitler (VÍDEO)
    Parem com as teorias: franceses revelam como Hitler morreu mesmo em 1945
    Novo documentário revela como a URSS venceu Hitler na Segunda Guerra Mundial (VÍDEO)
    Tags:
    bandeira, suástica, nazista, neonazismo, nazismo, OTAN, Dvir Abramovich, Malcolm Turnbull, Afeganistão, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik