08:06 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente filipino Rodrigo Duterte aponta a fotógrafos durante uma cerimônia de premiação dos trabalhadores do governo, no Palácio Malacanang, Manila, Filipinas. 19 de dezembro de 2016

    Duterte, aí de novo? Presidente filipino xinga especialista da ONU

    © REUTERS / EZRA ACAYAN
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7200

    O presidente filipino, Rodrigo Duterte, mandou para o inferno um palestrante especial da ONU, Diego García Sayán, por este ter criticado o sistema judiciário do país.

    Segundo relembra o RT, mais cedo Duterte chamou a juíza federal das Filipinas, Maria Lourdes Sereno, de "inimiga" e a demitiu por não ter votado a favor de uma série de propostas do presidente.

    Já o especialista da ONU para os assuntos de independência dos tribunais e advogados qualificou esta medida como uma ameaça para o sistema judiciário do país.

    "Digam para ele para que não se meta nos assuntos internos do meu país. Que vá para o inferno", respondeu Duterte, acrescentando que não reconhece o estatuto de Sayán como especialista da ONU.

    O líder filipino é conhecido por suas declarações polêmicas e escandalosas. Anteriormente, ele chamou o ex-presidente dos EUA de "filho de p**a", e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, bem como o atual presidente dos EUA, Donald Trump, — de bobos.

    Mais:

    Duterte manda recado a suspeito do tráfico: 'quer viver mais tempo? Fique na prisão'
    Duterte: Filipinas não planeja criar alianças militares com Rússia ou China
    EUA e Filipinas iniciam maiores manobras militares conjuntas na presidência de Duterte
    Tags:
    sistema judiciário, xingamento, ONU, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik