00:21 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    South Korean army soldiers patrol along the barbed-wire fence in Paju, South Korea, near the border with North Korea, Monday, March 6, 2017.

    Dupla de norte-coreanos usa barco para fugir para Coreia do Sul

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    230

    Um barco carregando dois norte-coreanos foi visto no início deste sábado nas águas da costa oeste da Coreia do Sul, informou a imprensa sul-coreana.

    Um soldado norte-coreano e outro passageiro civil disseram aos militares do Sul que queriam desertar, disse a agência de notícias sul-coreana Yonhap citando uma fonte do governo.

    Os desertores supostamente navegaram seu barco para a Ilha Baengnyeong, no mar Amarelo, perto da fronteira marítima inter-coreana.

    Um oficial da Guarda Costeira da Coreia disse que as autoridades relevantes estavam investigando o caso, recusando-se a dar detalhes.

    Esta é a primeira fuga da Coreia do Norte desde que os líderes dos dois países, Kim Jong-un e Moon Jae-in, se reuniram para conversas raras na fronteira no final de abril. Eles concordaram em assinar um acordo de paz no final deste ano e almejar uma reunificação pacífica.

    A deserção deste sábado foi a 14ª envolvendo um soldado norte-coreano desde 2000.

    Em novembro do ano passado, um soldado norte-coreano dirigiu para a fronteira fortemente vigiada em velocidade e correu sob uma chuva de balas do seu próprio lado. Ele foi atingido várias vezes na deserção dramática na aldeia de trégua Panmunjom.

    Em 2012, um soldado norte-coreano andou descontrolado através de fileiras de cercas eletrificadas e câmeras de vigilância, levando Seul a demitir três comandantes de campo por um lapso de segurança.

    Em junho do ano passado, dois dos quatro membros da tripulação em um barco de pesca norte-coreano que se deslocou para o sul se recusou a voltar para casa e eles foram autorizados a reassentar na Coreia do Sul.

    Um mês depois, cinco norte-coreanos em outro pequeno barco cruzaram a fronteira marítima em direção às águas sul-coreanas e expressaram seu desejo de viver no sul.

    Mais de 30 mil civis norte-coreanos fugiram de sua terra natal, mas é muito raro eles cruzarem a fronteira inter-coreana, que é fortificada com campos minados e arame farpado.

    A maioria foge pela fronteira porosa com a vizinha China.

    Mais:

    Coreia do Norte estaria vendendo clandestinamente TIs avançadas para todo o mundo?
    Trump garante proteção à Coreia do Norte em caso de acordo com EUA
    Acordo entre EUA e Coreia do Norte está ameaçado: por que isso é vantajoso para Rússia?
    Tags:
    diplomacia, desertores, deserção, DMZ, fronteira, Moon Jae-in, Kim Jong-un, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik