20:42 22 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Soldado sul-coreano passa por uma TV que transmite uma reportagem a respeito do mais recente teste com mísseis da Coreia do Norte. Dia 7 de junho de 2017

    Coreia do Norte inicia desmantelamento de seu complexo nuclear

    © REUTERS / Kim Hong-Ji
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1155

    A Coreia do Norte iniciou o desmantelamento do seu único local de testes nucleares conhecido. A informação foi divulgada pelo site de notícias especializado na península coreana "North 38", citando imagens de satélite de 7 de maio.

    De acordo com o site, a Coreia do Norte já demoliu vários edifícios de apoio e removeu alguns dos trilhos para carros de mineração.

    Pyongyang informou na semana passada que desmantelaria o complexo nuclear entre 23 e 25 de maio.

    O líder norte-coreano Kim Jong-un anunciou o desmantelamento do sítio de Punggye-ri durante a cúpula com o presidente sul-coreano Moon Jae-in no final de abril, dizendo que a busca de Pyongyang por armas nucleares estava completa, então o local de testes não era mais necessário.

    O governo sul-coreano saudou os planos de Pyongyang de desmantelar seu local de testes nucleares. O gabinete presidencial também disse que o convite a jornalistas de vários países significaria que o desmantelamento do site nuclear seria transparente.

    A decisão de Pyongyang de fechar seu local de testes nucleares também foi elogiada pelo presidente dos EUA, Donald Trump, como um movimento "inteligente".

    Mais:

    Coreia do Sul aceita proposta da Coreia do Norte para reunião de alto nível
    EUA terão de garantir que Kim não deixará o poder na Coreia do Norte, diz Pompeo
    EUA permitirão investimentos na Coreia do Norte se Pyongyang destruir arsenal nuclear
    Coreia do Sul elogia decisão norte-coreana de desativar complexo nuclear
    Trump agradece à Coreia do Norte por promessa de destruir instalação nuclear
    Tags:
    península coreana, testes nucleares, paz, Kim Jong-un, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik