16:06 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Lançamento de míssil de longo alcance no polígono de Sohae (Coreia do Norte)

    Pyongyang: EUA podem 'arruinar o clima de diálogo'

    © REUTERS / Kyodo
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Coreias aspiram à paz e à reunificação (18)
    17203

    O Ministério das Relações Exteriores norte-coreano indicou que Washington difunde uma interpretação incorreta das intenções de Pyongyang em relação à desnuclearização, informou neste domingo (6) a agência de notícias norte-coreana, KCNA.

    A chancelaria da Coreia do Norte considera que os EUA interpretam erroneamente o objetivo do país de buscar a desnuclearização completa da península como uma consequência da "pressão e das sanções". Além disso, lembra que Washington continua dizendo que "não vai aliviar as sanções até que a Coreia do Norte abandone as armas nucleares", enquanto aumenta as tensões na região com o posicionamento de armas estratégicas na península da Coreia.

    Neste sentido, Pyongyang adverte que o comportamento provocador dos EUA é "uma tentativa perigosa de arruinar o clima de diálogo alcançada e fazer voltar a situação ao ponto de partida".

    Entretanto, nota que "se os EUA prosseguirem com a pressão e ameaça militar contra Pyongyang, chamando de 'fraqueza' a intenção da Coreia do Norte de ir na direção da paz, isso não contribuirá para a solução do problema".

    Atualmente, efetuam-se os preparativos para a próxima reunião entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

    Em 4 de maio, Trump disse que foram estabelecidos a data e lugar da cúpula com Kim Jong-un, precisando que os detalhes serão divulgados mais tarde.

    Tema:
    Coreias aspiram à paz e à reunificação (18)

    Mais:

    Coreia do Sul afirma continuaidade da 'postura bilateral de defesa' com EUA
    Por que Washington não reduzirá tropas na Coreia do Sul?
    Pequim e Seul se alinham por acordo de paz entre as Coreias
    Tags:
    problema, desnuclearização, crise, diálogo, paz, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik