15:53 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Navios de guerra da Marinha Chinesa

    China nunca ameaçará equilíbrio mundial ou outros Estados, assegura Xi Jinping

    © AP Photo / Guang Niu, Pool
    Ásia e Oceania
    URL curta
    482

    China nunca vai ameaçar outros Estados ou o equilíbrio que existe no mundo independentemente do nível de seu desenvolvimento, assegura o líder do país, Xi Jinping.

    "Qualquer que seja o nível do desenvolvimento atingido pela China, nunca vamos representar ameaça para outros [países], nunca vamos comprometer o equilíbrio mundial existente, nunca vamos tentar estabelecer esferas de influência", confirmou Xi no Fórum Boao para a Ásia, na ilha de Hainan.

    Ao mesmo tempo, o líder chinês sublinhou que a "China sempre foi construtora de paz mundial, defensora da ordem universal e contribuiu significativamente no desenvolvimento global".

    Xi Jinping, presidente da China
    © Fotobank.ru/Getty Images / SeongJoon Cho
    No entanto, vale destacar que a mídia estadunidense, recentemente publicou informações, segundo as quais Pequim deslocou equipamento especial para as ilhas disputadas no mar do Sul da China.

    De acordo com The Wall Street Journal, o equipamento foi posicionado nos recifes Mischief e Fiery Cross, localizados no mar do Sul da China, para impedir o funcionamento dos sistemas de comunicações e radares.

    "China deslocou equipamento militar com objetivo de criar interferências em suas bases no arquipélago de Spratly", comunica, citando fontes militares dos EUA.

    Segundo escreva o jornal, a informação baseia-se em imagens recebidas por satélites da empresa norte-americana DigitalGlobe.

    "No momento China garante que a construção nas ilhas serve para garantir a segurança no mar, ajudar a navegação, realizar operações de busca e resgate, proteger marinheiros e exercer outras tarefas não militares, o equipamento radioeletrônico é destinado apenas para uso militar", declarou um representante do Pentágono.

    Até agora, o Ministério da Defesa da China não divulgou nenhum comunicado com explicações.

    A China e uma série de países da região — Japão, Vietnã e Filipinas — têm discordâncias a respeito das fronteiras marítimas e zonas de responsabilidade nos mares do Sul da China e da China Oriental. A China opina que Filipinas e Vietnã usam premeditadamente o apoio dos EUA para aumentar a tensão na região.

    Mais:

    2 opções devastadoras com que China pode 'bombardear' EUA
    Japão cria tropas anfíbias para defender ilhas disputadas com China (VÍDEO)
    Guerra comercial entre China e EUA já envolve armamentos reais
    Casa Branca explica como pretende vencer guerra comercial contra China
    Tags:
    equipamento militar, disputa territorial, equilíbrio, paz, Xi Jinping, Spratly, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik