03:08 24 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O segundo porta-aviões da Marinha da China, o Tipo 001A

    China prepara seu 1º porta-aviões de fabricação nacional para testes

    © AFP 2018 / STR
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5261

    Os estaleiros chineses Dalian Shipbuilding Industry Company (DSIC) estão finalizando os preparativos para testes do primeiro porta-aviões de fabricação nacional, comunicou o portal naval Navy Recognition.

    O porta-aviões ainda não adquiriu nome oficial, no momento o projeto é conhecido como Tipo 001A.

    Segundo as últimas informações oficiais, sua saída ao mar poderia estar agendada para 23 de abril, no dia de celebração oficial da Marinha chinesa.

    Em entrevista à emissora estatal CCTV, o presidente da DSIC, Liu Zheng, revelou que todos os sistemas do navio já estão funcionando e estão sendo submetidos aos últimos ajustes. Como os testes de navegação podem levar de 6 a 12 meses, o navio será entregue à Marinha do país no ano corrente. Foi isso que afirmou o especialista militar entrevistado pela emissora, Song Zhongping.

    A empresa iniciou a construção da embarcação em novembro de 2013 e a finalizou em abril de 2017. No entanto, o Ministério da Defesa da China confirmou oficialmente a construção de um novo porta-aviões somente em janeiro de 2016.

    Apesar de o novo porta-aviões ter sido anunciado como um desenvolvimento plenamente nacional, sua forma é semelhante ao do porta-aviões Admiral Kuznetsov, do projeto soviético 1143, que ainda permanece em serviço da Marinha russa. Sabe-se que nos anos 90 os chineses conseguiram acesso à documentação relacionada ao projeto do porta-aviões modernizado 1143.6 Krechet.

    As Imagens do Tipo 001A demonstram que a embarcação possui um trampolim e, segundo estimativas, poderia transportar entre 28 e 36 aeronaves.

    Hoje em dia, a Marinha do gigante asiático tem em sua disposição somente um porta-aviões, o Liaoning. Trata-se do antigo navio soviético Variag que o país asiático comprou à Ucrânia nos anos 90 a um preço de sucata. Em novembro de 2016, a embarcação foi declarada pronta para combate.

    Mais:

    Guerra comercial: China reafirma críticas e contesta EUA
    China amplia com sucesso seu sistema de navegação global (FOTOS)
    Exército da China pretende defender interesses de Pequim e Moscou
    Tags:
    porta-aviões, testes, 001A, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik