12:31 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, sorri ao efetuar sua visita não oficial a Pequim, entre 25 e 28 de março de 2018

    Opinião: China mostra que Coreia do Norte não é país pária

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7440

    Líder norte-coreano, Kim Jong-un, realizou uma visita não oficial à China, onde o presidente chinês o assegurou estar pronto para reforçar os laços entre os dois países.

    Xi Jinping propôs a seu homólogo norte-coreano quatro princípios para desenvolvimento das relações: contatos a alto nível, uso de canais confiáveis, desenvolvimento pacífico e reforço dos laços, comunica a página oficial da chancelaria chinesa.

    Presidente chinês sublinhou que o governo da China presta muita atenção ao desenvolvimento das relações amistosas com Pyongyang e que mantém firmemente a linha de reforço das relações bilaterais a diferentes níveis. Xi Jinping acrescentou também que seu país está pronto para unir os esforços com a Coreia do Norte e "continuar incessantemente a melhorar o bem-estar dos nossos povos e contribuir para reforçar a paz e estabilidade na região".

    Vladimir Dzhabarov, primeiro vice-presidente da Comissão de Assuntos Externos do Conselho da Federação da Rússia, comentou para o serviço russo da Rádio Sputnik a importância do encontro entre os dois líderes.

    "Quero sublinhar que foi a primeira viagem de Kim Jong-un ao estrangeiro desde sua chegada ao poder [em 2011]. Acredito que é um bom sinal. A China mostra que a Coreia do Norte não é um país pária, tem que se dialogar com ela", disse Dzhabarov.

    Ele opinou também que se a Coreia do Sul, EUA e Japão se comportarem com contenção, a Coreia do Norte poderia mudar sua tática de comportamento em relação a estes países.

    "A China e a Coreia do Norte sempre tiveram relações próximas. Mesmo com sanções duras, a China sempre deixou algum espaço para colaboração", resumiu o deputado russo.

    Hoje (28) a agência chinesa Xinhua informou que entre 25 e 28 março o líder norte-coreano esteve com sua esposa na China com uma visita não oficial.

    Mais:

    China manterá pressão sobre Coreia do Norte, diz Washington
    China condena novas sanções unilaterais dos EUA contra Coreia do Norte
    China apoia acordo de diálogo entre Coreia do Norte e Coreia do Sul
    Tags:
    relações bilaterais, encontro, Kim Jong-un, Xi Jinping, Coreia do Norte, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik