00:36 21 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un (à esquerda) e Xi Jinping (à direita) apertam as mãos durante a vista do líder norte-coreano à China.

    Coreia do Norte confirma visita de Kim Jong-un à China

    © AP Photo / Ju Peng
    Ásia e Oceania
    URL curta
    12131

    De acordo com informações da mídia norte-coreana, o líder norte-coreano Kim Jong-un esteve na China ao lado de sua esposa entre os dias 25 e 28 de março.

    A mídia norte-coreana confirmou a reunião depois que a inteligência sul-coreana ter informado que Kim havia chegado à China.

    A agência japonesa de notícias Kyodo também havia informado anteriormente que um trem "especial" da Coreia do Norte havia cruzado a fronteira chinesa para a cidade de Dandong.

    Imagens de vídeo do trem que supostamente carregava Kim circularam amplamente nas mídias sociais ao longo da segunda-feira (26).

    De acordo com a agência norte-coreana KCNA, Kim ressaltou que o encontro com o presidente chinês se tratava de um "dever solene".

    A agência chinesa de notícias Xinhua News confirmou que Xi conversou com Kim no Grande Salão do Povo, em Pequim, e que Kim e sua esposa, Ri Sol-ju, se juntaram ao líder chinês e sua esposa, Peng Liyuan, para um banquete. Os pares também assistiram a uma performance de arte.

    "A China mantém o objetivo de desnuclearização da península, protegendo a paz e a estabilidade e resolvendo problemas por meio do diálogo", disse Xi, segundo fontes locais.

    "Esta é uma escolha estratégica e a única escolha possível que ambos os lados fazem baseados na história e na realidade, na estrutura internacional e regional e na situação geral dos laços China-RPDC [República Popular Democrática da Coreia]. Isto não deve e não mudará por causa de nenhum evento qualquer em um determinado tempo".

    A visita à China é a primeira viagem conhecida de Kim para fora do país desde que ele se tornou líder da Coreia do Norte, em 2011. A visita acontece antes de um possível encontro entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no final deste ano.

    A Casa Branca também confirmou o acontecimento do encontro entre os presidentes da China e da Coreia do Norte, e afirmaram que as autoridades chinesas enviaram um comunicado ao governo dos EUA informando sobre o encontro.

    Mais:

    Cético, novo assessor de Trump sugere que Coreia do Norte quer 'enrolar' os EUA
    Cúpula entre Japão, EUA e Coreia do Norte é possível, diz Shinzo Abe
    Novo assessor de Trump quer estabelecer pré-requisitos para negociar com a Coreia do Norte
    Balsa de passageiros choca contra recife na Coreia do Sul
    Tags:
    relações exteriores, diplomacia, Peng Liyuan, Ri Sol-ju, Kim Jong-un, Xi Jinping, Península Coreana, Coreia do Norte, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik