06:30 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore

    Japão revela para que precisa de sistemas antimísseis dos EUA

    CC BY 2.0 / Agência de Defesa contra Mísseis dos EUA / Aegis Ashore
    Ásia e Oceania
    URL curta
    9111

    O ministro das Relações Exteriores do Japão, Taro Kono, ao comentar a declaração do seu homólogo russo, Sergei Lavrov, sobre o posicionamento do sistema de defesa antimíssil norte-americano na Ásia, sublinhou que os complexos antimísseis Aegis Ashore visam proteger o seu país da ameaça de mísseis por parte da Coreia do Norte e não da Rússia.

    "Quanto ao posicionamento do Aegis Ashore, reiteramos à parte russa que ele é importante para resolver o problema nuclear e de mísseis da Coreia do Norte", cita o canal NHK a declaração de Kono.

    Na véspera, o chanceler russo declarou à mídia vietnamita e japonesa que a implantação do sistema de defesa antimíssil global dos EUA na região asiática, incluindo no Japão e na Coreia do Sul, afeta diretamente os interesses nacionais da Rússia. O ministro frisou também que Moscou "respeita o direito do Japão de escolher os métodos de garantir a sua segurança, escolher os parceiros e os métodos de cooperação com eles na esfera militar".

    Em dezembro do ano passado, o governo japonês decidiu posicionar os complexos terrestres de defesa antimíssil norte-americana Aegis Ashore no seu território. Planeja-se a sua instalação no noroeste e sudoeste do país. Tóquio afirma que o sistema poderá proteger todo o território do país, devendo entrar no serviço até 2023.

    Mais:

    EUA pretendem implantar 400 mísseis perto das fronteiras russas
    Imprensa: defesa antiaérea Aegis falha nos EUA
    Sistema de defesa antimíssil dos EUA não repelirá ataque nuclear de adversários
    Tags:
    defesa antimísseis, Aegis Ashore, Taro Kono, Sergei Lavrov, Rússia, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik