01:00 23 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército de Libertação da China marcham durante a parada militar em hominagem aos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, Pequim (foto de arquivo)

    China inicia manobras sem precedentes da infantaria naval

    © AFP 2018 / JASON LEE
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4201

    O Exército Popular de Libertação chinês iniciou manobras de infantaria naval envolvendo mais de 10 mil militares, comunicou o jornal Global Times.

    "No âmbito das maiores manobras deste tipo, mais de 10 mil militares superaram dois mil  quilômetros e chegaram a duas bases militares na parte sudoeste da província de Yunnan e na parte oriental da província de Shandong, onde iniciaram treinamentos militares", comunicou a edição.

    Além disso, o Global Times informou que nos exercícios estão envolvidos meios de transporte aéreo, marítimo e ferroviário. Conforme o plano das manobras, os militares treinarão o cumprimento de mais de 30 missões nas zonas montanhosas e subtropicais. 

    A edição não detalhou quanto tempo as manobras durarão.

    Em março do ano passado, a edição South China Morning Post comunicou que a China planeja aumentar o contingente da infantaria naval de 20 mil efetivos para 100 mil, a fim de proteger suas comunicações marítimas vitais, bem como os interesses crescentes no exterior. Prevê-se que uma parte dos soldados seja acomodada na base militar chinesa em Djibuti e no porto de Gwadar, localizado na parte sudoeste do Paquistão. 

    Mais:

    Casa Branca estaria preparando restrições comerciais severas contra China
    China teria inventado supermaterial capaz de tornar caças invisíveis
    Pedidos da China por armamento russo somam US$ 6,5 bilhões
    Tags:
    infantaria, manobras, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik