21:59 26 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Tela de televisão mostrando presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, Coreia do Sul

    Trump atribui a si próprio mérito por iniciativa de paz da Coreia do Norte

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    905

    O presidente dos EUA, Donald Trump, acredita que foi ele quem fez a Coreia do Norte iniciar conversações.

    Quando questionado a quem ele atribui o surgimento do desejo inesperado de Pyongyang de iniciar as negociações, Trump respondeu: "A mim" e, após uma pausa, acrescentou: "Parece que ninguém percebeu isso".

    Na última segunda-feira (5), o líder norte-coreano, Kim Jong-un, recebeu uma delegação de diplomatas sul-coreanos em Pyongyang com a intenção de melhorar a situação entre as duas Coreias e os Estados Unidos, além de buscar uma solução para o problema nuclear.

    De acordo com o porta-voz da delegação sul-coreana, "a Coreia do Norte deixou claro seu desejo de desnuclearizar a península coreana e o fato de que não há razão para manter seu programa nuclear se as ameaças militares contra o Norte forem resolvidas e o regime estiver seguro".

    Anteriormente, a Rússia e a China haviam proposto que a Coreia do Norte declarasse uma moratória sobre os testes balísticos e nucleares em troca do fim dos exercícios militares de grande escala conduzidos pelos Estados Unidos e a Coreia do Sul na região, contudo, Washington ignorou essa iniciativa. 

    Mais:

    Trump diz que não está preocupado com eleições na Rússia
    Mundo reage contra guerra comercial de Donald Trump
    Trump não descarta ir pessoalmente à inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém
    Tags:
    iniciativa, negociações, Donald Trump, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik