13:36 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    527
    Nos siga no

    A Agência de Inteligência dos Estados Unidos espera que a Rússia tenha uma posição mais forte na Ásia Central devido às ameaças do Daesh no Afeganistão, conforme disse Daniel Coats, diretor de Inteligência Nacional estadunidense.

    "A Rússia pressionará os líderes da Ásia Central a reduzir o envolvimento com Washington e apoiar iniciativas econômicas e de segurança lideradas pela Rússia, enquanto as preocupações com o ISIS no Afeganistão irão pressionar Moscou para fortalecer sua postura de segurança na região", afirmou.

    Coats enfatizou que uma má governança e dificuldades econômicas são elementos que podem levar a uma radicalização na região.

    Ele ainda incluiu que isso pode significar uma ameaça séria não somente à Ásia Central, mas também para o Oeste, como até mesmo a Rússia e outros países para onde muitos asiáticos centrais viajam para encontrar trabalho.

     

    Mais:

    Aeronave estadunidense visa conter China na Ásia-Pacífico
    EUA planejam aumentar sua presença militar na Ásia, frente à ameaça chinesa
    Onda de frio mata animais congelados na Ásia Central (VÍDEOS FORTES)
    Veja como a Síria pretende conectar a Ásia com a Europa
    Putin: terroristas na Ásia Central e no Oriente Médio ameaçam países pós-soviéticos
    Índia anuncia construção de seis submarinos nucleares em meio a tensões na Ásia
    Tags:
    Ásia Central, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar