18:04 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Pedestres em uma das ruas do bairro de Shibuya, Tóquio

    Quais seriam as consequências de um golpe nuclear norte-coreano contra Tóquio?

    © AP Photo/ Koji Sasahara
    Ásia e Oceania
    URL curta
    553

    Analistas da revista The National Interest (NI) avaliaram as possíveis consequências de um golpe nuclear norte-coreano contra Tóquio. Na análise foi usado o programa especial Nukemap, elaborado no Instituto Tecnológico de Stevens.

    A edição nota que a península coreana foi ocupada de 1940 a 1945 pelas tropas japonesas. Estes eventos afetaram negativamente as relações entre os dois países e levaram ao aumento do antagonismo entre o Japão e a Coreia do Norte, país fundado em 1948. Outro problema nas relações bilaterais é o eixo histórico Tóquio — Seul — Washington que se contrapõe ativamente à política do governo norte-coreano na região.

    Apesar destes fatores, o Japão continua sendo um ator secundário para Pyongyang, que vê os EUA como o principal adversário. A NI sublinha que o Japão interessa à Coreia do Norte primordialmente no contexto do posicionamento das bases norte-americanas nas ilhas japonesas. Os especialistas estão certos de que estas estruturas militares dos EUA podem desempenhar um papel-chave em um conflito na península coreana, por isso o alvo principal dos militares norte-coreanos serão precisamente estas bases.

    Segundo diversos analistas, se isso vier a acontecer, o primeiro golpe será desencadeado contra a base aérea norte-americana de Yokota, que se situa a cerca de 50 quilômetros de Tóquio. Em tal cenário, iriam morrer aproximadamente 13 mil pessoas, e outras 45 mil ficariam feridas. Mas as precipitações nucleares não iriam atingir a capital japonesa, opinam os especialistas.

    Já um golpe nuclear contra as estruturas governamentais na zona de Kasumigaseki de Tóquio seria mais terrível: levaria à morte de mais de 24 mil pessoas e provocaria cerca de 91 mil feridos. Contudo, um ataque contra o Ministério da Defesa do Japão em Shinjuku seria ainda mais devastador. Nas avaliações dos especialistas, as vítimas mortais atingiriam cerca de 57 mil e os feridos aproximadamente 128 mil. As precipitações nucleares na sequência de um tal golpe seriam as mais terríveis e afetariam as regiões altamente povoadas de Tóquio.

    Com isso, os analistas notaram alguns fatores que podem influenciar o número de vítimas mortais e feridos de um golpe nuclear contra a capital japonesa. Por um lado, o sistema de transporte em Tóquio pode servir de refúgio temporário em situações de emergência. Por outro lado, o terreno plano pode causar cegueira e outros problemas de visão dos que presenciarem a explosão nuclear.

    Como conclusão, a edição nota que, em resultado de um golpe nuclear múltiplo contra a capital japonesa, iriam morrer dezenas de milhares de pessoas e milhões ficariam afetados. Os analistas afirmam que tal cenário levaria a perdas enormes, algo que Tóquio nunca viu desde os tempos da Segunda Guerra Mundial.

    Para os especialistas, tais avaliações das possíveis consequências nos fazem lembrar do enorme poder das armas nucleares e demonstram a necessidade de eliminar por completo este tipo de armas.

    Mais:

    Cenário fatal: geólogos predizem destruição total do Japão
    Mesmo perdoado, Fujimori responderá por massacre de camponeses
    Japão detecta possível entrega do petróleo a navio norte-coreano
    Tags:
    base aérea, morte, vítimas, nuclear, ataque, Coreia do Norte, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik