21:27 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Um grupo de lançadores múltiplos de foguetes M-1985 do Exército Popular da Coreia é visto durante desfile militar em Pyongyang (foto de arquivo)

    Pyongyang qualifica novas sanções de Washington como ato de guerra

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    15154

    A Coreia do Norte vai considerar qualquer bloqueio ao país por parte dos EUA como um ato de guerra, informou a Agência Telegráfica Central da Coreia (KCNA) com referência a um representante da chancelaria norte-coreana.

    "Consideraremos qualquer tipo de bloqueio contra nós como um ato de guerra", declarou o diplomata norte-coreano, citado pela KCNA.

    "Caso as ações imprudentes dos EUA levem a península da Coreia à beira de uma guerra mais uma vez", serão os EUA os responsáveis pela catástrofe, lê-se no comunicado.

    Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que se as sanções contra a Coreia do Norte não derem resultados, os EUA passarão para a "segunda fase", que "poderá ser muito dura e muito triste para todo o mundo".

    Em 23 de fevereiro, os EUA adotaram um novo pacote de sanções contra a Coreia do Norte, para continuar cortando as fontes de recursos e de combustível para o programa nuclear e de mísseis do país. As sanções dizem respeito a uma pessoa física, 28 navios e 27 empresas de transporte marítimo, incluindo 16 companhias de navegação norte-coreanas e várias entidades chinesas.

    Mais:

    São anuladas sanções contra 28 esportistas russos de participar dos Jogos Olímpicos
    Rússia diz que não precisa respeitar as sanções dos EUA contra Coreia do Norte
    EUA ampliam sanções contra Rússia por conta da crise ucraniana
    Tags:
    relações bilaterais, sanções, Donald Trump, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik