20:54 21 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Presidente filipino Rodrigo Duterte proferindo discurso numa conferência de impensa em Davao

    Presidente das Filipinas inova para obter aumento salarial: 'Tenho 2 esposas'

    © REUTERS / Russia Picture Service
    Ásia e Oceania
    URL curta
    844

    O presidente filipino Rodrigo Duterte pensa que deve receber um salário maior. O líder das Filipinas argumenta que, porque ele tem duas esposas, ele deve receber mais dinheiro.

    Falando no acampamento geral Adriano Hernández em Iloilo na última quinta-feira, Duterte disse que seu salário não era suficiente, e que não inclui um subsídio alimentar, informou o jornal Philippine Inquirer.

    "Estou tão cansado e você sabe o quanto ganho? 200 [200.000 pesos filipinos, ou US$ 3.860] e eu tenho duas esposas", disse ele. "Meu salário ideal, se eu o estimasse, eu deveria estar recebendo — sem piada — um milhão, quinhentos".

    Em 2016, o ex-presidente filipino Benigno Aquino assinou uma ordem executiva para aumentar o cronograma salarial do pessoal civil e militar. Isso é feito através de uma atualização básica de quatro anos, informou o site Phil News.

    O presidente está no Salário de Grau 33, fazendo seu pagamento mensal de 2018 ser e 298.083 pesos filipinos (US$ 5.753). Duterte deve ter outro aumento de salário no próximo ano, elevando seu salário para 399.739 pesos filipinos (US$ 7.714) por mês.

    Duterte tem uma ex-esposa chamada Elizabeth Zimmerman, que pediu anulação do casamento em 1998, alegadamente devido a uma traição de Duterte. A anulação ocorreu em 2000. Sua atual parceira é Cielito Honeylet Avancena.

    "É muito cansativo, você continua voando e saudando", disse ele sobre seu papel como presidente, citado pelo jornal The Star. O atual mandato de Duterte como presidente terminará em 2022.

    Mais:

    Filipinas criticam relatório dos EUA que classifica Duterte como 'ameaça à democracia'
    'Atire em suas vaginas', recomenda Duterte a soldados quanto a mulheres opositoras
    'Se eu não for um ditador, as Filipinas não vão progredir', diz Duterte
    Tags:
    política, aumento, salário, Benigno Aquino, Cielito Honeylet Avancena, Elizabeth Zimmerman, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik