16:59 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Membro do grupo civil sul-coreano queimando a bandeira nacional da Coreia do Norte durante a manifestação contra participação de Pyongyang nos Jogos Olímpicos em PyeongChang

    Seul protesta contra a participação da Coreia do Norte na Olimpíada

    © REUTERS / Yonhap
    Ásia e Oceania
    URL curta
    12115
    Nos siga no

    Cerca de 800 pessoas em Seul participaram de um protesto no sábado contra a participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos de 2018 em Pyeongchang.

    De acordo com a agência de notícias Yonhap, os ativistas vandalizaram fotos de Kim Jong-un e tentaram queimar as bandeiras nacionais da Coreia do Norte em frente ao Palácio de Deoksu, no centro de Seul. Os manifestantes também condenaram o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

    No início do dia, Moon realizou uma reunião com a delegação norte-coreana e a irmã mais nova do líder norte-coreano, Kim Yo-jong.

    Durante a reunião, os lados expressaram um desejo comum de preservar a atmosfera de paz e reconciliação na península coreana, que começou na véspera das Olimpíadas em Pyeongchang.

    A cerimônia de abertura dos XXIII Jogos Olímpicos de Inverno ocorreu no Estádio Olímpico de Pyeongchang na sexta-feira. Os Jogos durarão até 25 de fevereiro.

    Mais:

    Jovem norte-americano desdobra bandeira russa na abertura dos Jogos Olímpicos (FOTO)
    Atletas das duas Coreias desfilam juntos durante abertura dos Jogos Olímpicos (VÍDEO)
    Seul planeja manter boas relações com Pyongyang mesmo depois dos Jogos Olímpicos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar