21:06 19 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Lançamento do míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-15

    Que efeito terá aumento das sanções dos EUA contra Pyongyang? Vice-chanceler russo revela

    © AP Photo / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    791

    Caso a decisão das autoridades norte-americanas de aumentar sanções introduzidas contra a Coreia do Norte impedir a resolução política da crise coreana, EUA serão os responsáveis por isso, disse o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.

    Na véspera de sua visita à Coreia do Sul, onde liderará a delegação nacional nos Jogos Olímpicos, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence declarou que em breve os Estados Unidos anunciarão uma série "mais dura e agressiva" de sanções econômicas contra Coreia do Norte.

    "É evidente que a realização dessas ameaças, se forem realizadas, diminuirá a possibilidade de trabalho coletivo em torno da desnuclearização da península coreana. Neste caso, a administração norte-americana mais uma vez questiona a base que permitirá um avanço político e diplomático nessa área, que foi atingida com muitos esforços", destacou.

    "Consequentemente, ela [administração dos EUA] será responsável por possíveis consequências da sua decisão", sublinhou Ryabkov comentando as intenções de Washington.

    O vice-presidente, que liderará a delegação dos EUA na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos nesta sexta-feira (9), prometeu também que seu país continuará "isolando a Coreia do Norte até que Pyongyang abandone seus programas nucleares e de mísseis balísticos de uma vez por todas".

    Mais:

    Balde de água fria: 'Não temos intenção de falar com os EUA', diz Coreia do Norte
    Mattis alerta: Rússia, China e Coreia do Norte tiveram desenvolvimento nuclear em 8 anos
    Coreia do Norte: Exercícios militares empurrarão península coreana 'para a catástrofe'
    EUA vs Coreia do Norte: qual lado poderia colocar mundo à beira da catástrofe nuclear?
    Proibir a Coreia do Norte de receber petróleo seria 'declarar guerra', diz chanceler russo
    Tags:
    crise coreana, sanções econômicas, resolução pacífica, agressão, responsabilidade, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, Península Coreana, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik