00:38 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Petroleiro iraniano Sanchi em chamas, janeiro de 2018

    Japão pode enfrentar catástrofe ambiental após explosão de petroleiro (FOTOS)

    © REUTERS / China Daily
    Ásia e Oceania
    URL curta
    104

    Grandes quantidades de uma substância semelhante ao petróleo estão chegando às praias de várias ilhas do sul do Japão, informa a AFP, citando funcionários do Governo.

    Segundo, a AFP, as autoridades japonesas temem que a contaminação possa ser causada pelo petroleiro iraniano Sanchi que se afundou no mar da China Oriental há mais de duas semanas, o que poderá causar uma catástrofe ambiental. 

    ​Atualmente, as autoridades japonesas estão analisando a substância e enviaram a guarda costeira para proceder à limpeza das praias.

    "Ainda não está claro se isto está relacionado com o Sanchi. Estamos coletando e analisando amostras", disse à mídia o porta-voz do Governo, Yoshihide Suga.

    ​O petroleiro iraniano Sanchi, com um carregamento de 136.000 toneladas de condensado de gás natural, se afundou no dia 16 de janeiro no mar da China Oriental, a cerca de 300 quilômetros ao leste do estuário do rio Yangtze, uma semana depois de um acidente com o navio de carga CF Crystal, registrado na costa oriental da China. O acidente provocou grandes manchas de petróleo na água, o que, segundo cientistas e ecologistas podem afetar seriamente a vida nesta parte do mar.

    Mais:

    Ampliar o embargo ao petróleo será percebido como declaração de guerra por Pyongyang
    Fortes explosões em refinaria de petróleo causam 'inferno' em Taiwan (FOTO, VÍDEO)
    Maior refinaria de petróleo da Venezuela está completamente paralisada
    Tags:
    mar, petroleiro, meio ambiente, ecologia, acidente, Mar da China Oriental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik