12:11 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões Ronald Reagan dos EUA perto da península da Coreia

    Pyongyang acusa EUA de instalar porta-aviões ao redor da península da Coreia

    CC BY 2.0 / Frota do Pacífico dos EUA / USS Ronald Reagan
    Ásia e Oceania
    URL curta
    131711
    Nos siga no

    Enquanto os EUA e a Coreia do Sul decidiram adiar exercícios militares devido aos Jogos Olímpicos em Pyeongchang (Coreia do Sul), as tensões na península não diminuíram, apesar dos esforços conjuntos de Pyongyang e Seul.

    O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, enviou uma carta ao secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, reclamando que os EUA estão tentando agravar a situação na península da Coreia, declarou a embaixada da Coreia do Norte em Moscou.

    Na carta é ressaltado que, hoje em dia, as partes do conflito estão tentando estabelecer paz, estabilidade e reconciliação na península.

    "Entretanto, as autoridades dos EUA enganam opinião pública, declarando que as negociações entre o Norte e o Sul são resultado de suas sanções mais duras e pressões sobre nosso país. Enquanto o Norte e o Sul […] estão abrindo a página da paz, os EUA estão instalando armamentos estratégicos, incluindo porta-aviões nucleares, ao redor da península da Coreia", lê-se na carta.

    Segundo o documento, "os EUA declararam publicamente que acelerarão os agressivos exercícios militares conjuntos de grande escala contra a República [Popular Democrática da Coreia] depois dos Jogos Olímpicos de Inverno".

    "Se as intrigas dos EUA, que estão arrastando a península da Coreia para uma guerra nuclear e agravando a situação, piorarem processo do melhoramento das relações intercoreanas e redução das tensões, os EUA não conseguirão de forma alguma se livrar da responsabilidade", informou a carta.

    O diplomata norte-coreano chamou atenção de Guterres para que ele analise e lide com as ações dos EUA.

    No início de janeiro, as duas Coreias concordaram em unir suas equipes nacionais no desfile olímpico com bandeira da "Coreia unificada", na cerimônia de abertura das Olimpíadas de Inverno de 2018, bem como em formar uma equipe conjunta feminina de hóquei no gelo. Atletas norte-coreanos também competirão nas modalidades de patinação artística, trilha curta e esqui.

    Mais:

    Seul: Coreia do Norte será eliminada do mapa se usar armas nucleares
    Rússia diz que não precisa respeitar as sanções dos EUA contra Coreia do Norte
    Time de hóquei no gelo feminino da Coreia do Norte chega no Sul
    Tags:
    paz, segurança, defesa, porta-aviões, Jogos Olímpicos de Pyeongchang em 2018, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar