22:32 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    773
    Nos siga no

    O aumento da presença militar dos EUA na península coreana, incluindo a instalação de sistemas de defesa antimíssil, vai além do objetivo de conter a "ameaça norte-coreana", disse em entrevista à Sputnik o embaixador russo na Coreia do Sul, Aleksandr Timonin.

    "Partimos do princípio de que o aumento contínuo da presença militar dos EUA na região da península coreana, incluindo a instalação de sistemas norte-americanos de defesa antimíssil na Coreia do Sul, obviamente vai além do objetivo de conter a 'ameaça norte-coreana'", disse o embaixador.

    Em julho de 2016, após cinco meses de conversações, os EUA e a Coreia do Sul acordaram instalar o sistema THAAD que, caso seja necessário, irá interceptar os mísseis balísticos da Coreia do Norte. O THAAD (Defesa Terminal de Área de Alta Altitude) é destinado, segundo informações, a interceptar os mísseis de curto e médio alcance fora da atmosfera.

    A instalação do THAAD preocupa a China e a Rússia. O Japão aprovou estes planos, afirmando que o sistema irá contribuir para a paz e estabilidade na região.

    Mais:

    Pyongyang promete 'ano de virada radical' em mensagem incomum a toda a nação coreana
    Coreia do Norte quer poder de disparar vários mísseis nucleares ao mesmo tempo, diz CIA
    EUA aplicam sanções contra 9 entidades e 16 indivíduos ligados à Coreia do Norte
    Tags:
    míssil balístico, sistema de defesa antimísseis, THAAD, Rússia, Península da Coreia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar