08:57 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Militares norte-americanos junto a caças F-22A Raptor da Força Aérea dos EUA na base militar estadunidense, na ilha de Okinawa, Japão (foto de arquivo)

    Japão exige que EUA parem com voos de helicópteros AH-1 Cobra

    © AFP 2018 / Yoshikazu TSUNO
    Ásia e Oceania
    URL curta
    19185

    O ministro da Defesa do Japão, Itsunori Onodera, exigiu que os EUA parem com os voos de helicópteros AH-1 Cobra, depois de um deles ter efetuado uma aterrissagem forçada em Okinawa.

    "Isso já é demais", afirmou o ministro japonês durante a coletiva de imprensa em Tóquio, citando pela agência Kyodo. Trata-se do terceiro incidente envolvendo helicópteros militares norte-americanos neste mês em Okinawa.

    O ministro das Relações Exteriores do Japão, Taro Kono, expressou ao embaixador dos EUA no Japão, William Hagerty, seu "profundíssimo pesar" devido ao incidente e exigiu que os Estados Unidos tomem as medidas necessárias. 

    "Nós exigimos que os EUA tomem as medidas máximas para garantir a segurança", afirmou o secretário-geral do governo japonês Yoshihide Suga.

    O governador da prefeitura de Okinawa, Takeshi Onaga, assinalou que os militares norte-americanos são "completamente incapazes de controlar a situação".

    O helicóptero AH-1 Cobra efetuou uma aterrissagem forçada em Okinawa nesta terça-feira (23) sem causar danos e vítimas. Anteriormente, em 8 de janeiro, um helicóptero da mesma classe tinha realizado outro pouso forçado. Em 6 de janeiro, ocorreu o mesmo incidente com um helicóptero norte-americano da classe UH-1 no Japão.

    Em dezembro, uma janela de um helicóptero militar dos EUA caiu em cima de um aluno no Japão, causando nele ferimentos leves. 

    Mais:

    Erupção de vulcão mata soldado e deixa pelo menos 14 feridos no Japão
    Japão prepara a evacuação dos seus cidadãos no caso de ataque da Coreia do Norte
    Tags:
    incidente, helicóptero, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik