02:52 20 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Nesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia

    Por que quantidade de ogivas nucleares de Pyongyang é divulgada somente agora?

    © REUTERS/ KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11403

    Cientistas norte-americanos avaliaram quantidade de ogivas nucleares da Coreia do Norte. O analista em assuntos de segurança, Konstantin Blokhin, comentou os números expostos pelos especialistas estadunidenses.

    A Coreia do Norte pode possuir cerca de 20 ogivas nucleares. Além disso, é provável que Pyongyang possua material para produção de mais 60 ogivas, escreveu a revista Bulletin of Atomic Scientists em uma análise dos cientistas norte-americanos Hans Kristensen e Robert Norris.

    Em 2017, a Coreia do Norte realizou vários lançamentos de mísseis, bem como seu sexto teste nuclear. O Conselho de Segurança da ONU introduziu e triplicou sanções em resposta às ações de Pyongyang. 

    O especialista em assuntos de segurança, Konstantin Blokhin, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou as avaliações dos especialistas norte-americanos. 

    "É evidente que os dados são subjetivos já que os serviços especiais dos EUA não têm acesso à Coreia do Norte. São conclusões incertas; dados iguais já foram expostos pelo Japão e pela Coreia do Sul. Em minha opinião, a Coreia do Norte não possui capacidades para produzir mais armas nucleares. As avaliações mencionadas podem corresponder à realidade", assinalou o especialista.

    "O importante é que o establishment norte-americano e o complexo militar-industrial do país asiático serão utilizados na guerra informacional para aumentar pressão e tensões na península coreana, ao invés de resolver problemas. Acredito não ser por acaso que a notícia tenha surgido somente agora, em teses, busca sabotar as negociações entre as Coreias do Norte e do Sul à luz dos Jogos Olímpicos [em Pyeongchang]", concluiu Konstantin Blokhin.

    Anteriormente, representantes oficiais da Coreia do Norte e da Coreia do Sul concordaram que suas equipes nacionais marchem juntas com bandeira da "Coreia unificada" na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang. 

    Mais:

    Quem tem o maior botão? Coreia do Norte chama Trump de 'lunático' e 'cão raivoso'
    Sanções adicionais contra Coreia do Norte devem ser adotadas por 20 países
    EUA: planeje seu próprio funeral antes de visitar a Coreia do Norte
    Tags:
    tensões, potencial nuclear, ogivas nucleares, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik