05:18 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Treinamento dos futuros soldados da Força Aérea do Afeganistão

    'Não conseguiríamos manter nosso exército durante 6 meses sem apoio dos EUA'

    © AP Photo / Musadqe Sadeq
    Ásia e Oceania
    URL curta
    514
    Nos siga no

    Sem o apoio financeiro dos EUA, o exército afegão não conseguirá manter-se mais do que seis meses, declarou o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, em entrevista com o canal de televisão CBS.

    "Não conseguiríamos manter nosso exército por seis meses sem apoio e capacidades dos EUA", destacou.

    "Sim. Porque não temos dinheiro", respondeu o presidente explicando a razão.

    Ao mesmo tempo, o presidente afegão sublinhou que o país "não precisa de outros [países] para conduzir suas batalhas".

    De acordo com Ashraf Ghani, combatentes de 21 organizações terroristas operam no território do país.

    Segundo indica o canal, em 2017 houve um período quando apenas em quatro meses mais de 4.000 policiais e militares afegãos ficaram feridos e 2.500 morreram.

    Ao comentar essa situação, o presidente avisou que isso continuará até que "a segurança do Afeganistão seja garantida".

    "Tão longo, quanto necessário [lutar]. Durante gerações, se for preciso", concluiu.

    Mais:

    Rússia: terroristas do Daesh fogem da Síria para Líbia e Afeganistão
    Vice-presidente dos EUA faz viagem surpresa ao Afeganistão
    Drones militares e satélites-espiões descobrem civilizações perdidas no Afeganistão
    Crianças do Afeganistão são nova arma do Daesh
    Derrotado na Síria e no Iraque, Daesh pode buscar abrigo no Afeganistão, diz analista
    Moscou: Ocidente pode se gabar de 'vitórias' no Afeganistão, Iraque e Líbia, não na Síria
    Tags:
    apoio militar, combate ao terrorismo, organização terrorista, exército, ajuda financeira, Ashraf Ghani, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar