16:25 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Navio chinês (imagem referencial)

    17 países acordam interceptar navios e cargas que violam sanções contra Pyongyang

    © AP Photo / Eugene Hoshiko
    Ásia e Oceania
    URL curta
    24628

    Um grupo de 17 países, incluindo os EUA, divulgaram nesta sexta-feira (16) um comunicado de apoio às resoluções do Conselho de Segurança da ONU 2375 e 2397 e se comprometeram a interceptar navios e cargas que violam o embargo contra a Coreia do Norte.

    A iniciativa foi apoiada pelos EUA, Coreia do Sul, Japão, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Argentina, Canadá, Dinamarca, França, Grécia, Itália, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Polônia e Cingapura. O comunicado conjunto foi divulgado pelo Departamento de Estado dos EUA.

    Os países se comprometeram a realizar inspeções em mar aberto e, se necessário, a enviar os navios suspeitos para seus portos. Além disso, os países vão proibir nas suas áreas de jurisdição o transporte de cargas recebidas de navios que tiveram comércio com a Coreia do Norte. Eles também se comprometeram em destruir quaisquer cargas interceptadas que violem as sanções do Conselho da Segurança.

    O Conselho de Segurança da ONU tem agravado as sanções rigorosas contra Pyongyang devido a seu programa nuclear e de mísseis. De acordo com dados dos EUA, até 90% das exportações norte-coreanas foram afetadas pelo embargo.

    Mais:

    Coreia do Norte estaria se preparando para outro teste nuclear? (FOTOS)
    Coreia do Norte teme uma guerra com os Estados Unidos, diz analista russo
    Trump diz que EUA estão abertos para negociações com Coreia do Norte
    Tags:
    sanções, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik