17:37 13 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Segurança cibernética, imagem referencial

    Como lucros com criptomoedas foram parar nas mãos da Coreia do Norte?

    © Sputnik / Aleksei Malgavko
    Ásia e Oceania
    URL curta
    390
    Nos siga no

    Especialistas na área de segurança cibernética da empresa AlienVault comunicaram sobre o aplicativo que instalava em computadores com vírus programa para minerar criptomoedas. O lucro obtido era enviado para um servidor na Coreia do Norte.

    "É um instalador de software para minerar a criptomoeda Monero. Qualquer cripatomoeda extraída é enviada para Universidade Kim Il-sung em Pyongyang, na Coreia do Norte", diz o comunicado da empresa AlienVault.

    Bitcoin
    © REUTERS / Benoit Tessier/Illustration
    O aplicativo foi criado em 24 de dezembro do ano passado. Como destacam os especialistas, atualmente o endereço de servidor não está disponível o que pode mostrar que programa parou de funcionar ou que este servidor norte-coreano era apenas usado para mascarar a fonte real do aplicativo.

    Em meados de dezembro de 2017, a inteligência sul-coreana declarou ter recebido provas sobre possível participação da Coreia do Norte no roubo de informações personificadas de cerca de 30 mil usuários da bolsa de criptomoedas mais popular sul-coreana, Bithumb. Outro incidente parecido ocorreu em outra plataforma em setembro de 2017.

    Mais:

    Explosão na demanda leva Foxbit a reabrir cadastro para criptomoeda só daqui a uma semana
    Começou a festa! Venezuela lança criptomoeda nacional garantida por petróleo
    Banco central do Reino Unido estuda criar sua própria criptomoeda
    Tags:
    cibersegurança, criptomoeda, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar