05:23 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1493
    Nos siga no

    A Coreia do Norte concordou em restabelecer a linha de comunicação militar de emergência com a Coreia do Sul para prevenir incidentes no mar Amarelo, informa a agência Yonhap, que assistiu às negociações intergovernamentais entre os dois países.

    Segundo os dados da Yonhap, durante o encontro, a delegação norte-coreana comunicou à parte sul-coreana que a linha de comunicação, que tinha sido interrompida devido à forte confrontação na península coreana, acaba de ser restabelecida.

    Militares da Coreia do Sul já testaram a comunicação com a Coreia do Norte na costa ocidental, afirma a agência citando um representante da delegação sul-coreana.

    "Atualmente, as autoridades do Sul e do Norte podem se contatar no setor oeste. Neste contexto, a nossa parte decidiu normalizar esta linha de comunicação militar a partir das 8h00 de quarta-feira [21h00 de terça-feira, horário de Brasília]", diz uma fonte citada pela Yonhap. Segundo esta, falta apenas resolver algumas "questões técnicas".

    Zona desmilitarizada que divide a Coreia do Sul e Coreia do Norte
    © REUTERS / Ministério da Defesa da Coreia do Sul/Yonhap
    Esta terça-feira, as duas Coreias iniciaram negociações sobre as formas de melhorar as relações bilaterais e sobre a possível participação da equipe norte-coreana nos Jogos Olímpicos de Inverno 2018 em Pyeongchang. Seul também propôs a Pyongyang reiniciar as negociações quanto à desnuclearização da região.

    Em 7 de janeiro, o líder norte-coreano Kim Jong-un ordenou durante um discurso à nação criar todas as condições necessárias para melhorar as relações com a Coreia do Sul e parar o aumento da tensão na península.

    Em 3 de janeiro, Seul e Pyongyang reestabeleceram o canal de comunicação especial na Zona Desmilitarizada de Panmunjom.

    Mais:

    Pence: Washington está exercendo uma pressão sem precedentes contra a Coreia do Norte
    UE amplia sanções contra a Coreia do Norte
    Tags:
    comunicações, diálogo, negociações, Kim Jong-un, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar