08:52 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Plataforma de petróleo 981, a primeira plataforma de exploração em águas profundas desenvolvida na China, a 320 quilômetros ao sudeste de Hong Kong, no Mar do Sul da China

    China suspende exportações de petróleo, ferro e outros bens para Coreia do Norte

    © AP Photo / Jin Liangkuai
    Ásia e Oceania
    URL curta
    20917

    As medidas foram adotadas no âmbito da aplicação de uma das recentes resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

    Hoje (5), o Ministério do Comércio chinês anunciou sua decisão de limitar as exportações de petróleo bruto para a Coreia do Norte.

    Ao mesmo tempo, outros bens, como ferro, equipamentos de fabricação industrial e meios de transporte também vão deixar de ser exportados da China para o território norte-coreano, informa a Reuters.

    "De acordo com a Resolução 2397 do Conselho de Segurança da ONU, a partir do momento de divulgação deste decreto são suspensas as exportações de ferro, aço e outros metais, bem como de máquinas industriais e meios de transporte para a Coreia do Norte", diz-se no comunicado.

    Ao mesmo tempo, vale assinalar que as importações de produtos alimentícios, máquinas e outros artigos norte-coreanos já estão banidas na China, aponta a agência AP.

    A China tem sido o maior parceiro comercial e fornecedor de energia de Pyongyang.

    As medidas anunciadas entrarão em vigor em 6 de janeiro, diz o documento. Elas foram aprovadas no âmbito das novas sanções impostas pela ONU no final de dezembro de 2017 contra Pyongyang em resposta aos seus testes de mísseis.

    Mais:

    Coreia do Norte aceita sentar à mesa de negociações com Coreia do Sul
    Espetáculo ou desejo de paz: por que Kim Jong-un muda de tom em relação à Coreia do Sul?
    Veja por que a Coreia do Sul quer aumentar laços econômicos com a Rússia
    Tags:
    exportações, sanções, ONU, China, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik