23:25 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Pakistan's Defense Minister Khawaja Muhammad Asif

    'Não significa nada': Paquistão rebate declarações de Trump sobre fim de ajuda financeira

    © Sputnik / Iliya Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    792

    As declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre o corte de ajuda financeira para o Paquistão "não significam nada", porque Islamabad já se recusou a expandir a cooperação com Washington, afirmou o ministro de Relações Exteriores do Paquistão, Khawaja Asif.

    "Já dissemos aos EUA que não vamos fazer isso, é por isso que a declaração de Trump […] não significa nada", disse o ministro à Geo TV.

    Ele acrescentou que o Paquistão está disposto a apresentar dados detalhados sobre o auxílio fornecido pelos Estados Unidos. Asif explicou ainda que a "agressão" de Trump contra o Paquistão foi causada por "o fracasso dos EUA no Afeganistão".

    Neste contexto, o ministro falou contra a presença militar dos EUA no Afeganistão e apontou que existe apenas uma solução pacífica para a crise na República Islâmica.

    Na segunda-feira, Trump acusou o Paquistão de providenciar refúgio para terroristas e ameaçou cortar a assistência financeira. Não é a primeira vez que o presidente dos Estados Unidos incrimina a conivência de Islamabad com terroristas.

    Apresentando no final de agosto passado a nova estratégia da Casa Branca em relação ao Afeganistão, o presidente Trump declarou que mais de 20 organizações terroristas designadas pelos EUA operam no Afeganistão e no Paquistão.

    Trump disse que Islamabad "muitas vezes protege os agentes do caos, da violência e do terror", e essa ameaça é ainda mais séria porque o Paquistão e a Índia são dois países que possuem armas nucleares e mantêm um relacionamento tenso que poderia levar a um conflito.

    Mais:

    Índia-Paquistão: mais de 50 civis mortos em confrontos na Caxemira em 2017
    Olho vivo, China e Paquistão: Índia testa com sucesso o míssil antiaéreo Akash
    EUA em alerta com expansão do programa nuclear e de mísseis do Paquistão
    Tags:
    terrorismo, ajuda financeira, relações bilaterais, diplomacia, Casa Branca, Khawaja Asif, Islamabad, Afeganistão, Paquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik