12:38 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 100
    Nos siga no

    Mongólia e Índia estão à espera de iniciar a construção da primeira refinaria de petróleo mongol, já que o país não possui saída para o mar e depende muito de seus vizinhos, especialmente do Japão, em termos de energia. É previsto que assim, conseguirá erradicar essa dependência.

    Os trabalhos da construção serão realizados por ambas as partes. Além disso, a Índia já deu o empréstimo à Mongólia que inclui US$ 700 milhões (R$ 2,32 bilhões) para a refinaria de petróleo e US$ 264 milhões (R$ 873,5 milhões) para oleodutos. No âmbito desse acordo, a Índia deverá pagar sua dívida durante 20 anos.

    O projeto da refinaria de petróleo prevê que produzirá anualmente 1,5 milhão de toneladas métricas, 560.000 toneladas de gasolina, 670.000 toneladas de combustível diesel e 107.000 toneladas de gás liquefeito.

    Assim, a refinaria contribuirá em 10% para o aumento do PIB da Mongólia.

    "O projeto da refinaria de petróleo ajudará a Mongólia a erradicar ou reduzir a dependência. Ao mesmo tempo, realmente esperamos que isso ajude a economizar em operações de câmbio e a deslocar isso para outras necessidades", declarou o embaixador mongol na Índia, Gonchig Ganbold.

    Atualmente a Mongólia está se recuperando da severa crise econômica causada pela queda de preços de produtos que forçou o país a renegociar um empréstimo de US$ 4,2 bilhões (R$ 13,9 bilhões) de Pequim.

    Mais:

    País de altruístas: População da Mongólia doa dinheiro ao governo para salvar economia
    Governo da Mongólia anuncia medidas para proteger Grande Muralha da China
    Rússia e China abrem novo corredor de mercadorias através de Mongólia até 2017
    Enquanto isso na Rússia: homem tenta levar fósseis de dinossauro da Mongólia
    Tags:
    petróleo e gás, refinaria, independência, construção, PIB, energia, Mongólia, Índia, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar