06:26 04 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    251
    Nos siga no

    O representante permanente da Rússia na ONU, Vasily Nebenzya, declarou que as sanções internacionais contra a Coreia do Norte não devem ser um objetivo em si, mas um instrumento para a incentivar o país a participar de negociações construtivas.

    "No que diz respeito às sanções internacionais contra a Coreia do Norte, gostaríamos de reiterar o nosso compromisso com o seu cumprimento. Apesar disso — e nós chamamos a atenção para isso mais de uma vez — essas medidas não podem constituir um fim em si mesmo, mas devem ser uma ferramenta para incentivar esse país a participar de negociações construtivas sobre os temas em aberto", declarou o diplomata, destacando que a "diplomacia não se resume às sanções".

    Segundo o representante russo, "o arsenal diplomático conta com todo um conjunto de outros métodos".

    "Solucionar o problema nuclear da península da Coreia somente com sanções e pressão sobre Pyongyang é uma tarefa impossível", declarou Nebenzya. 

    Ele também destacou que a "Coreia do Norte dificilmente abandonará os seus programas de mísseis e nuclear, enquanto se sentir ameaçada".

    Mais:

    Trump gostaria de receber ajuda da Rússia no que diz respeito à Coreia do Norte
    Mídia: EUA se preparam para guerra subterrânea com Coreia do Norte
    EUA estabelecem política de 'diplomacia e sanções' para a Coreia do Norte
    Putin e Trump discutem crise da Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar