06:59 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis antiaéreos Akash, da Índia

    Olho vivo, China e Paquistão: Índia testa com sucesso o míssil antiaéreo Akash

    © AFP 2017/ JUNG YEON-JE
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5135

    A Índia testou com sucesso uma nova modificação do seu míssil antiaéreo Akash (que significa "céu" em sânscrito), de acordo com a rede NDTV.

    O lançamento foi feito a partir do sítio de testes em Chandipur, na costa do Estado de Odisha, detalhou uma declaração da Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DDRO).

    De acordo com o jornal The New Indian Express, o míssil supersônico com um mecanismo de busca por radiofrequência da produção nacional foi disparado contra o drone britânico Banshee.

    Uma fonte no Ministério da Defesa citada pela NDTV informou que o teste foi "bem sucedido" na terça-feira, o que confirma que a Índia conseguiu a capacidade de criar "qualquer tipo de míssil de superfície para o ar".

    O Akash é projetado para destruir alvos aéreos em altitudes de até 18 quilômetros e a distâncias de até 30 quilômetros. Os lançamentos de mísseis Akash podem ser executados a partir de plataformas fixas e móveis.

    Além disso, esses projéteis têm a capacidade de interceptar diferentes tipos de embarcações aéreas não tripuladas, bem como aeronaves de combate ou mísseis de cruzeiro.

    Os investimentos indianos em defesa e segurança se justificam. Além das tensões históricas com o Paquistão, Nova Deli se envolveu em uma disputa territorial com a China neste ano, que causou preocupação no Sudeste Asiático, cada vez mais agitado por disputas por territórios e riquezas na região.

    Mais:

    Índia testa com sucesso lançamento aéreo de míssil supersônico BrahMos
    Empresa russa anuncia venda de avançados helicópteros Mi-171A2 para a Índia
    Assinado primeiro contrato de fornecimento de mísseis de cruzeiro Brahmos à Índia
    Tags:
    segurança, defesa, mísseis balísticos, Akash, Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DDRO), Paquistão, China, Nova Deli, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik